quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Eddie Van Halen move ação para barrar documentário de 2006
quinta-feira, fevereiro 01, 2018


O guitarrista Eddie Van Halen moveu uma ação judicial para barrar o lançamento do documentário "5150 Vault". O filme foi montado a partir de registros, feitos pelo videomaker Andrew Bennett, em 2006.

Segundo o site TMZ, o processo foi movido por infração de direitos autorais, pois Andrew Bennett estaria disposto a comercializar as filmagens - algo que não agradou a Eddie Van Halen. Ele afirma que nunca foi pago pelo trabalho, mas que gostaria de lançar os registros para o público em "respeito" a Eddie e à banda.

Segundo Andrew Bennett, a filmagem contém um repertório de 19 músicas, tocadas em estúdio, por Eddie, Wolfgang e Alex Van Halen. Não há nenhum vocalista presente no registro - naquele período, a banda estava sem Sammy Hagar e ainda não havia se reunido com David Lee Roth.

O desacordo entre Eddie Van Halen e Andrew Bennett não é recente. Uma ação relacionada ao mesmo material foi movida no passado. Em 2015, eles chegaram a um acordo financeiro. Segundo o combinado, Bennett deveria devolver a filmagem à banda. No entanto, segundo os documentos, ele entregou um HD "inoperável" ao advogado do músico.

Apesar da ação ter sido movida, a filmagem segue à venda por US$ 500 no site thefiftyonefiftyvault.com. Veja, a seguir, um trailer da produção.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.