sábado, 31 de março de 2018

Matt Sorum diz que Velvet Revolver foi "o auge" da vida dele
sábado, março 31, 2018


O baterista Matt Sorum esteve envolvido com grandes bandas desde a década de 1980. O músico passou por The Cult, Guns N' Roses e Velvet Revolver, além de, recentemente, ter tocado com Kings of Chaos, Hollywood Vampires e outros.

Entre todos os projetos na carreira de Matt Sorum, o baterista elegeu o período com o Velvet Revolver como o "auge" de sua vida. A revelação foi feita em entrevista ao Loudwire.

- Os 50 melhores discos de hard rock do século 21

"Eu realmente gosto do Kings of Chaos e é bem solto e divertido, mas o auge da minha vida foi o Velvet Revolver. Claro, éramos um supergrupo, mas nós três (o guitarrista Slash, o baixista Duff McKagan e ele) saímos dessa enorme banda (Guns N' Roses) e ainda tem que compor grandes músicas e fazer um grande disco. Você ainda tem que seguir em diante no tempo", disse Sorum, sobre o "desafio" agregado à banda, completa pelo saudoso Scott Weiland (Stone Temple Pilots) nos vocais e por Dave Kushner na guitarra base.

"A música precisa se traduzir para a cultura e ao que está acontecendo no mundo, e nós apenas chegamos com aquele disco, 'Contraband' (2004). O momento era certo. As pessoas estavam prontas. E quando tivemos indicações ao Grammy e vencemos o Grammy para Melhor Performance de Rock, aquele foi um dos grandes destaques - aquilo e o Rock and Roll Hall of Fame", completou, mencionando a indução do Guns N' Roses ao Hall da Fama do gênero.

Ainda segundo Sorum, o Velvet Revolver foi "a cereja do bolo" para ele, pois, quando ele entrou no Guns N' Roses, a banda já era grande. "Eu era um fundador daquela banda (Velvet Revolver). Slash, Duff e eu dissemos que precisávamos de fazer algo novo, com uma sonoridade nova, com uma banda nova, e fizemos. Fomos lá, gravamos um par de discos, fizemos um par de grandes turnês e foi ótimo", afirmou ele, destacando, em seguida, que outra grande experiência de sua vida foi ter feito uma breve turnê com o Motörhead, no lugar de Mikkey Dee, em 2009.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.