quinta-feira, 5 de abril de 2018

Ex-Blink-182, Tom DeLonge virá ao Brasil para congresso de ufologia
quinta-feira, abril 05, 2018


O ex-vocalista e guitarrista do Blink-182, Tom DeLonge, virá ao Brasil. No entanto, não será para tocar: ele será um dos palestrantes do 23° Congresso Brasileiro de Ufologia, realizado pela revista UFO entre os dias 25 e 27 de maio, em Porto Alegre.

Descrito como "interessado na problemática ufológica", Tom DeLonge decidiu, segundo a revista UFO, "trocar a carreira de cantor para se dedicar á sua divulgação e estudo". "Com esse intuito, lançou em outubro de 2017 a To The Stars Academy of Arts and Science (TTS/AAS), uma iniciativa de investigação e divulgação da Ufologia que conta com uma comissão de notáveis a fim de conseguir dos governos de vários países a abertura de seus arquivos sobre discos voadores", diz o texto de divulgação do evento, publicado nas redes sociais.

- Resenha: Blink-182 aposta em melodia e boa produção em "California"

Além de Tom DeLonge, o congresso terá a participação de Luis Elizondo, responsável por guiar o projeto de investigação ufológica do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, o Pentágono. Após divulgar vídeos de OVNIs feitos por militares, Elizondo pediu demissão do Pentágono e começou a trabalhar no projeto TTS/AAS com DeLonge.

As inscrições para o Congresso Brasileiro de Ufologia são feitas pelo site (clique aqui) e, até o dia 30 de abril, têm o custo a partir de R$ 200 por pessoa. Clique aqui para conferir, a publicação que confirma a vinda de Tom DeLonge ao congresso.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.