quarta-feira, 25 de abril de 2018

'Tive dias terríveis e, agora, tenho menos dias ruins', diz Mike Shinoda
quarta-feira, abril 25, 2018


O vocalista e multi-instrumentista Mike Shinoda, do Linkin Park, vai lançar, no próximo dia 15 de junho, seu primeiro disco solo, intitulado "Post Traumatic". E tanto o título ("pós-traumático", em tradução livre) quanto as músicas são inspiradas em seu luto após a morte de Chester Bennington, seu colega de banda que cometeu suicídio no ano passado.

Em entrevista ao ET Canada (transcrição via Blabbermouth), Mike Shinoda falou sobre o processo de composição de "Post Traumatic", que, segundo ele, começou em um "ponto realmente obscuro". "No começo, eu não estava saindo de casa. A sensação era muito claustrofóbica, tendo perdido um amigo e colaborador tão próximo. Associamos quem somos, em certo ponto, com o que fazemos, então, me senti muito perdido", disse.

- Futuro do Linkin Park segue indefinido, segundo Mike Shinoda

Shinoda pensou, então, em utilizar sua péssima experiência de perda para música, não só para contar o que aconteceu, como, também, para "permitir que isso pudesse guiar os fãs" em suas jornadas. "A vida era difícil, a música era fácil. A música fez as coisas serem mais fáceis", afirmou ele, que garantiu que, desde então, trata a saúde mental como a saúde física.

Mike disse, ainda, que não superou a morte de Chester, mas que seus dias não estão sendo tão ruins como em outros momentos. "Às vezes, você tem que ficar triste e apenas esperar até que pare de acontecer. Tive dias terríveis e, agora, tenho menos dias ruins. E, eventualmente, vou encontrar um novo 'normal', como uma nova estase. E essa é a jornada em que me encontro. Neste disco, você verá isso acontecer. Quando eu começar a excursionar e a falar com os fãs, com diferentes conversas com diversas pessoas, isso vai evoluir", disse.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.