segunda-feira, 16 de abril de 2018

Velvet Revolver chegou a contratar substituto para Scott Weiland
segunda-feira, abril 16, 2018


O Velvet Revolver chegou muito perto de seguir com outro vocalista no lugar de Scott Weiland - Franky Perez, cantor do Apocalyptica e ex-guitarrista do Scars On Broadway, ocuparia a vaga. A informação foi revelada pelo então guitarrista rítmico da banda, Dave Kushner, em entrevista ao Fueled By Death Cast (transcrição via Alternative Nation).

"Tínhamos esse cara, Franky Perez, que ainda é um bom amigo meu e um cantor incrível. Na verdade, contamos a ele que estava na banda, ele foi o único que realmente foi contratado, seguimos gravando com ele", revelou Kushner.



Entretanto, a parceria não deu certo e Franky Perez foi dispensado pouco tempo depois. "Quanto mais trabalhávamos com ele, menos sentíamos que era correto. Havia outros fatores, acho que Slash estava se preparando para gravar um disco solo. Acho que a cabeça dele já estava em outro lugar", disse Dave.

- Matt Sorum diz que Velvet Revolver foi "o auge" da vida dele

O guitarrista contou, ainda, que outras pessoas foram cogitadas para a vaga, embora não tenham sido contratadas como Franky Perez. "Trabalhamos com o vocalista do Big Wreck (Ian Thornley), com o vocalista do Spacehog (Royston Langdon). Não trabalhamos com Lenny Kravitz, mas tiveram conversas de fazermos algo com ele. Muitas conversas aconteceram, muitos caras tentaram o emprego também, como da primeira vez, mas, obviamente, até o ponto que as pessoas já sabem, não aconteceu", afirmou.

Kushner concluiu revelando que se sentiu mal por Franky Perez após não ter dado certo. "Franky Perez foi contratado pela banda. Ele se mudou de Las Vegas para Los Angeles, sem dinheiro. Então, de repente, ele não está na banda. Eu me senti horrível por ele, porque sempre fui a 'zebra' da banda. Eu pensei: 'oh, cara, isso foi tão ferrado'", disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.