quarta-feira, 9 de maio de 2018

Doug Aldrich teve proposta para voltar ao Dio, mas preferiu Whitesnake
quarta-feira, maio 09, 2018


A passagem do guitarrista Doug Aldrich pelo Whitesnake marcou o recomeço da banda. O músico fez parte da formação de 2002, quando o grupo voltou à ativa com uma formação completamente reformulada, até 2014, quando saiu por questões profissionais - queria manter sua agenda um pouco mais flexível para outros projetos - e foi substituído por Joel Hoekstra (ex-Night Ranger).

Em entrevista à Mulatschag TV (transcrição via Blabbermouth), Aldrich relembrou seus tempos com o Whitesnake e disse que trabalhou duro para manter a banda viva. Ele contou, ainda, que sua relação com o vocalista e líder do grupo, David Coverdale, era como "uma partida de xadrez" e que um convite para retornar à banda de Dio foi feito enquanto estava com Coverdale.

Whitesnake adia novo disco 'Flesh & Blood' para 2019

"David me queria no Whitesnake, mas disse que eu não queria apenas tocar as músicas antigas, queria criar música nova. E, uma vez, substituí Craig Goldy em uma turnê do Dio. Ronnie disse: 'cara, quero você de volta ao Dio'. E, de alguma forma, foi parar na internet que eu estava voltando ao Dio. David me ligou e disse: 'Douglas, o que está acontecendo? E eu disse: 'Olha, ele me quer de volta. Estou contigo, mas temos que fazer música nova, temos que compor juntos e ver se podemos seguir adiante'", contou.

Em seguida, o guitarrista destacou que trabalhou muito para levar músicas que inspirariam Coverdale. "Ele também me enviava algumas coisas e eu trabalhava igualmente duro nas ideias dele para fazê-las soar como deveria. Trabalhei duro naquilo, por isso me defendo quando alguém diz: 'oh, sim, David Coverdale apenas te disse o que tocar'. Sem chances, cara. Trabalhei duro para manter o Whitesnake vivo. É assim que vejo", afirmou.

Hoje, Doug Aldrich é integrante do The Dead Daisies. E, durante a entrevista, ele contou qual a diferença entre trabalhar com sua atual banda e com o Whitesnake. "A diferença é que no Whitesnake, apenas David e eu fazíamos juntos. Com os Daisies, fazemos tudo juntos como bandas - à maneira antiga, como deve ser. Mas você tem que ter todo mundo que queira fazer assim, não apenas receber salário. Trabalhamos muito juntos", disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.