segunda-feira, 7 de maio de 2018

Vídeo pode ter 'entregado' playback de Michael Sweet, do Stryper
segunda-feira, maio 07, 2018


Um vídeo feito por um fã durante o show do Stryper no Frontiers Music Festival, em Milão, Itália, no último dia 28 de abril, pode ter indicado que o vocalista Michael Sweet faz uso de playback. A trilha contém não apenas passagens de backing vocals, como, também, registro de primeira voz, feita pelo próprio Sweet.

O momento aconteceu durante a performance de "Calling On You". Em certo trecho da música, Michael Sweet sinaliza que está sem retorno de som em sua posição no palco. Sweet, então, se afasta do microfone e fica por um bom tempo sem cantar. Em algumas partes, ele chega a tirar as duas mãos de sua guitarra.

Mesmo assim, as vozes continuam a sair. A câmera aponta para o baixista Perry Richardson, que não está cantando, e para o guitarrista Oz Fox, que está próximo ao microfone, mas não conseguiria emitir, sozinho, toda aquela camada vocal.

Confira no vídeo a seguir (a partir de 1min40seg).



Em entrevista passada ao site Big Music Geek, Michael Sweet disse que aprova uso de playback em casos de "aprimoramentos". "Se tiver uma passagem de guitarra que você não pode tocar por estar fazendo outra linha, tudo bem usar um playback para isso, ou se tem teclados em algumas músicas e não pode pagar um tecladista, ou com vocais de apoio. Se você tem um coral gigante, como temos em 'Yahweh' (música do álbum 'Fallen', de 2015)... não dá para fazer ao vivo", afirmou, na ocasião.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.