quarta-feira, 2 de maio de 2018

Paul Stanley se interessa mais em fazer disco solo do que com o Kiss
quarta-feira, maio 02, 2018


O vocalista e guitarrista Paul Stanley disse, em entrevista à rádio SiriusXM (transcrição via Blabbermouth), que "não é impossível" que ele grave um novo disco solo. Ele afirmou, ainda, que seria mais provável que ele lançasse um álbum próprio do que algum registro com sua banda de origem, o Kiss.

"Não é impossível", disse, inicialmente, sobre a chance de lançar um disco solo. "Para mim, de certa forma, isso é mais interessante do que outro disco do Kiss, embora eu não me importe em fazer algumas músicas novas do Kiss", completou.

- Resenha: "Live To Win", o voo solo de Paul Stanley

Embora não se oponha a gravar algo com o Kiss, Paul Stanley não se empolga muito com a ideia. "A ideia de fazer outro álbum... não sei, parece um desapontamento natural. As pessoas dizem que querem um novo disco, mas, depois, te pedem para tocar 'Shout It Out Loud'", afirmou.

Em seguida, Stanley tentou descrever como seria seu possível terceiro disco solo. "Então, eu poderia fazer outro disco (solo)? Sim. E se eu fizesse outro, seria mais próximo ao primeiro (autointitulado, de 1978). O segundo ('Live To Win', de 2006) era, realmente, eu me esforçando para não fazer o que normalmente faço, e, certamente, consegui isso. Mas, sim, se houver outro disco, será um disco conduzido por guitarras", disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.