sábado, 5 de maio de 2018

'Sair do Kamelot foi a melhor decisão que já tomei', diz Roy Khan
sábado, maio 05, 2018


O vocalista Roy Khan disse que deixar o Kamelot foi a melhor decisão que já tomou. A afirmação foi feita em entrevista ao SpazioRock.

Ao ser questionado sobre o aspecto "mais complicado" ao sair do Kamelot, Khan respondeu: "Eu prefiro perguntar: 'o que não foi difícil?'".

Em seguida, o cantor listou as complicações geradas ao sair do Kamelot. "Deixar os outros caras para trás no topo de nossa carreira foi uma m*rda. Dizer 'adeus' à atenção e a todo o dinheiro foi uma m*rda. Desapontar colaborações e fãs pelo mundo todo foi uma m*rda. Receber e-mails de ódio de pessoas que você não faz ideia foi uma m*rda. Não poder fazer o que mais amo foi a maior m*rda", disse.

Apesar disso, Khan não se arrepende do que fez. "A lista é praticamente infinita, mas, ainda, é a melhor decisão que já tomei", afirmou.

Roy Khan deixou a banda em abril de 2011. Ele saiu do grupo em meio a problemas de saúde, tanto que chegou a ser substituído por Fabio Lione (Angra, Rhapsody of Fire) em uma turnê de 2010.

E o que ele acha de Tommy Karevik?

A vaga de Roy Khan foi ocupada por Tommy Karevik, que já gravou três álbuns com a banda: "Silverthorn" (2012), "Haven" (2015) e "The Shadow Theory" (2018).

E qual a opinião de Roy Khan sobre a nova fase do Kamelot, com Tommy Karevik nos vocais? Ainda em entrevista ao SpazioRock, o cantor afirmou ter gostado do trabalho desempenhado com Karevik.

"Sim, ouvi", ao ser questionado se conferiu os discos mais recentes do Kamelot. "Realmente gosto de algumas das coisas novas deles. Soa como o Kamelot clássico para meus ouvidos e Tommy é um grande vocalista", completou.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.