Marilyn Manson demite Twiggy Ramirez após acusação de estupro


O cantor Marilyn Manson disse, por meio das redes sociais, que o baixista Twiggy Ramirez (pseudônimo de Jeordie White) não faz mais parte da banda. A dispensa ocorreu dias após o músico ter sido acusado de estupro por sua ex-namorada, Jessicka Addams.

"Eu decidi romper os vínculos com Jeordie White enquanto membro do Marilyn Manson (banda). Ele será substituído para a próxima turnê. Desejo o bem a ele", afirmou Manson, sem citar, diretamente, a acusação feita contra Twiggy Ramirez.

A acusação de Jessicka Addams foi feita, também, por meio das redes sociais. Ela revelou, em uma extensa publicação, que se relacionou com Twiggy Ramirez na década de 1990, quando ela tinha 18 anos.

Segundo Jessicka, Twiggy Ramirez tornou-se fisicamente violento nos meses seguintes ao início do relacionamento. Ela relatou ter sido estuprada durante uma pausa de uma turnê feita com o Nine Inch Nails, banda com a qual Ramirez também tocava. O período do abuso não foi especificado, mas o músico integrou a banda de turnê de Trent Reznor entre os anos de 2005 e 2007.

"Ele me forçou ao chão com sua mão em volta do meu pescoço. Eu disse 'NÃO'. Disse tão alto que Pete (amigo do casal) chegou até o outro quarto para tirá-lo de cima de mim. Mas eu fui estuprada. Fui estuprada por alguém que eu pensava amar", afirmou.

Jessicka Addams contou que não fez a acusação anteriormente após a gravadora de sua banda orientar que, se o caso se tornasse público, o Jack Off Jill poderia entrar na "lista negra" de promotores de shows, da imprensa e de outros grupos e empresários. "O selo temia que a grande máquina por trás de Marilyn Manson usasse seu poder para destruir não apenas o Jack Off Jill, como também meu nome", afirmou.
Marilyn Manson demite Twiggy Ramirez após acusação de estupro Marilyn Manson demite Twiggy Ramirez após acusação de estupro Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, outubro 25, 2017 Rating: 5