Por grana, Brain queria ter aguentado até reunião do Guns N' Roses


O baterista Bryan "Brain" Mantia se arrepende de não ter feito parte da reunião do Guns N' Roses e foi sincero ao revelar o motivo: o dinheiro que os shows lhe trariam. Mantia integrou o Guns N' Roses entre os anos de 2000 e 2006 e tocou em boa parte do álbum "Chinese Democracy".

Em entrevista ao podcast Appetite for Distortion, transcrita pelo Alternative Nation, ele comentou que o fator financeiro o traz arrependimento. Segundo ele, seria uma boa ideia "segurar as pontas por um tempo" no Guns N' Roses, visto que o baterista que o substituiu, Frank Ferrer, está envolvido na "Not In This Lifetime... Tour".

"Tenho orgulho da minha versatilidade. As pessoas podem dizer: 'ele tocou com Tom Waits, tocou no Chinese Democracy, esteve no Primus e mandou bem'. Tenho orgulho de não ter ficado preso a uma coisa e ter seguido meu coração quando senti que as coisas estavam indo mal e não poderia dar 110%. Financeiramente, conforme envelheço... não sei, seria legal tocar com Slash e Duff? Com certeza. Gostaria de estar nisso, porque sinto que isso é real. Se eu tivesse segurado, teria feito isso", afirmou.

Por onde anda o Guns N' Roses que tocou, 15 anos atrás, no Rock In Rio 2001?
Por grana, Brain queria ter aguentado até reunião do Guns N' Roses Por grana, Brain queria ter aguentado até reunião do Guns N' Roses Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, fevereiro 02, 2018 Rating: 5