quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Ficar fora da reunião do Guns N' Roses testou sobriedade de Steven Adler
quarta-feira, fevereiro 28, 2018


O baterista Steven Adler disse, em entrevista à rádio 98.9 The Rock (transcrição via Blabbermouth), que sua ausência da turnê de reunião do Guns N' Roses, "Not In This Lifetime... Tour", seria a "desculpa perfeita" para abandonar seus anos de sobriedade. A tour marcou o retorno do guitarrista Slash e do baixista Duff McKagan, mas Adler e o também guitarrista Izzy Stradlin ficaram de fora.

Adler falou sobre o assunto após comentar sobre sua relação com Slash. "Pensava que Slash e eu seríamos como Geddy Lee e Alex Lifeson (Rush). Eles se conhecem desde os tempos de escola, cresceram tocando música, fizeram sucesso e ficaram juntos por 50 anos. Pensava que seria assim comigo e com Slash, mas não funcionou dessa forma", afirmou.

O músico, então, destacou que "amigos vão e vêm, mesmo os que você pensa que terá para sempre". "Não tenho ressentimentos. É a única razão pela qual consigo ficar sóbrio e sem beber. Essa coisa toda do Guns N' Roses, acredite em mim - em 2016 e 2017, não me usarem, nem Izzy, seria a desculpa perfeita para voltar a beber e usar drogas. Fiz isso da última vez que me jogaram debaixo do ônibus, pois estava com o coração partido", disse.

Em seguida, Adler emendou um discurso de superação para justificar que não agirá mais dessa forma. "Agora, estou mais forte. Pratico os quatro compromissos (em menção ao livro de Don Miguel Ruiz) e consigo passar por isso. Agora, vou voltar a tocar", afirmou.

Durante outro momento, Steven comentou que foi muito "empolgante" tocar alguns shows com o Guns N' Roses durante a turnê. "Claro, gostaria que os caras fizessem uma reunião de verdade comigo e com Izzy (Stradlin), mas só de poder tocar com eles já foi empolgante. Você recebe amor de 100 pessoas, é um sentimento incrível. Você recebe amor de 85 mil pessoas, dá onda. Não há droga melhor", disse.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.