segunda-feira, 21 de maio de 2018

'Nunca fiz aulas de bateria', conta Bill Ward, do Black Sabbath
segunda-feira, maio 21, 2018


O baterista Bill Ward falou, em entrevista à Rhythm Magazine, sobre as suas origens na música. O ex-integrante do Black Sabbath contou que nunca fez aulas para aprender a tocar seu instrumento e que seu conhecimento veio a partir de observação e prática.

"Eu sou autodidata. Nunca fiz aulas. Mas eu estava próximo de muitos bateristas. Mesmo quando ainda estava na escola, íamos para os pubs em Birmingham e eu observava todos os bateristas. Via Jim Capaldi com o Deep Feeling e me sentava no palco, ao lado de Jim, para observá-lo. Quando Clive Bunker tocava com o Jethro Tull, eu me aconchegava bem ali ao lado do palco e assistia Clive", afirmou.

10 ótimas músicas do Black Sabbath sem Ozzy ou Dio nos vocais

Ward comentou, ainda, sobre uma pequena comunidade de bateristas que existia em West Midlands, na Inglaterra. "Todos nós nos reuníamos na loja de Micky Evans. Havia uns sete ou oito bateristas que ficavam por lá, tocavam e mostravam o que havia aprendido", disse.

Por vezes, uma ilustre presença também dava o ar da graça nos eventos em questão. "(O baterista do Led Zeppelin, John) Bonham aparecia e mostrava algo, com seu jeito sereno, fazendo seus tercetos no bumbo. Ele falava sobre Buddy (Rich) também. Todos falávamos. Havia camaradagem, mesmo que estivéssemos sempre longe, trabalhando", afirmou.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.