sexta-feira, 18 de maio de 2018

HD travado e gripe de Coverdale atrasaram novo disco do Whitesnake
sexta-feira, maio 18, 2018


O guitarrista do Whitesnake, Joel Hoekstra, explicou, em entrevista ao podcast "Ouch You're On My Hair" (transcrição via Blabbermouth), por que o novo álbum da banda foi adiado. "Flesh & Blood" tinha lançamento previsto para este ano, mas, agora, só sairá em 2019.

De acordo com Hoekstra, problemas técnicos no estúdio de gravação e de saúde por parte do vocalista David Coverdale causaram o atraso em "Flesh & Blood". "Nós nos atrasamos com alguns problemas com a placa (no estúdio) e depois com o HD em si. Está tudo bem, mas acabou nos atrapalhando. Então, entre isso e David com a gripe desagradável que ele teve quando filmamos o clipe, tivemos dois tipos de atrasos que são o bastante para nos fazer perder as datas", afirmou.

- Você sabia? 'Fool For Your Loving' foi feita para B.B. King

O músico destacou, ainda, que demora quatro meses para que a gravadora, Frontiers Music Srl, fabrique a versão em LP após o disco ser finalizado. "As mixagens estavam muito adiantadas, estávamos bem próximos - e ainda estamos. E, então, você se pergunta: 'vamos lançar quando não estivermos em turnê ou quando estivermos prestes a sair em turnê?'. Obviamente, a escolha seria quando você estivesse próximo a sair em turnê", disse.

O adiamento de "Flesh & Blood" foi anunciado no fim de abril. "É com grande decepção que, devido a questões técnicas durante a mixagem do novo álbum 'Flesh & Blood', Whitesnake e Frontiers concordaram em adiar o lançamento do disco até o início de 2019. O lançamento do novo álbum de estúdio deve coincidir com a turnê mundial de 'Flesh & Blood'. O Whitesnake gostaria de expressar seus sinceros pedidos de desculpas aos fãs por todo o mundo por qualquer decepção e prometer que o álbum e a turnê valerão a pena de se esperar", afirma um comunicado divulgado na época.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.