terça-feira, 22 de maio de 2018

Kurt Cobain queria sair do Nirvana, diz Courtney Love
terça-feira, maio 22, 2018


O vocalista e guitarrista Kurt Cobain queria sair de sua própria banda, o Nirvana. A informação foi comentada pela viúva do músico, Courtney Love, em recente entrevista para a revista "GQ" (via Alternative Nation).

De acordo com Courtney Love, o Nirvana começou a se dissipar com todo o "fenômeno 'Kurt e Courtney' iniciado pela 'Vanity Fair'". Ela faz referência à matéria publicada pela revista "Vanity Fair", em 1992, que expôs Cobain e Love - na época, grávida de Frances Bean, única filha do casal - como "os novos Sid e Nancy", no que diz respeito ao uso de drogas. Em um trecho da publicação, Courtney é acusada de usar heroína durante a gestação de Frances.

5 projetos que se tornariam reais se Kurt Cobain não tivesse morrido

"Kurt tornou-se mais recluso (após o ocorrido), não ensaiou muito mais e falou em acabar com a banda. Era apenas Kurt sendo reativo. Dave (Grohl, baterista) saiu por um tempo para patinar com seus velhos amigos de Washington em Los Angeles e no Valley, porque minha vida e a de Kurt havia se transformado em um grupo de advogados assustadores, médicos para o estômago dele e algumas drogas. Não estávamos preocupados com o destino do Nirvana ou do Hole (banda de Courtney Love). Tínhamos que salvar nossa filha", afirmou.

Courtney Love elogiou a postura de Dave Grohl em sair de cena por um tempo. "Dave e Krist (Novoselic, baixista) sabiam como Kurt funcionava internamente e nunca me acusaram de nada, algo pelo qual sou grata", disse.

Carta já havia revelado chateação

Uma carta escrita por Kurt Cobain para David Geffen, em 1992, veio a público em 2016, durante um leilão, e já havia revelado o desapontamento do casal com relação à matéria da "Vanity Fair". No texto, Cobain ameaça encerrar as atividades do Nirvana devido à situação.

"[...] Algo tão severamente 'difamador' em relação à minha família apareceu em um artigo da Vanity Fair que me forçou a decidir terminar a minha banda. O artigo sugere que Courtney e eu temos usado heroína de forma contínua durante a sua gravidez e isso não é verdade. [...] Estou em tratamento de reabilitação há 18 dias e realmente desejando ter uma família, foda-se o Nirvana. Eu nunca admiti que uso drogas em matérias porque não quero que meus fãs façam o mesmo", diz parte do texto.

Em 2015, durante entrevista para o documentário "Montage of Heck", Courtney Love admitiu que usou heroína durante a gravidez de Frances Bean Cobain. "Eu usei uma vez e depois parei. Eu sabia que ela ficaria bem", afirmou.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.