quinta-feira, 31 de maio de 2018

Malcolm Young era 'um grande guitarrista solo', diz antigo colega de banda
quinta-feira, maio 31, 2018


O baterista Herman Kovac tocou com Malcolm Young, falecido guitarrista base do AC/DC, no início dos anos 1970. Ambos se apresentavam juntos com a banda Velvet Underground - não confundir com o grupo homônimo e lendário dos Estados Unidos.

Em entrevista ao podcast Australian Rock Show, Kovac revelou que está planejando escrever um livro sobre sua carreira, com vários detalhes a respeito dos primeiros anos de Malcolm Young na música. "As pessoas também descobrirão coisas sobre Malcolm Young que não conheciam, antes da indústria criar uma visão limitada de que ele era teimoso", disse.

- O triste fim e o legado de Malcolm Young, o arquiteto do AC/DC

O músico destacou que Malcolm Young era um "guitarrista solo muito bom". "Tenho gravações do Velvet Underground com Malcolm tocando guitarra solo. Quando fizemos 'Can't You Hear Me Knocking', dos Rolling Stones, e tem aquela longa jam ao fim - foi ele quem fez o solo", afirmou.

Herman Kovac disse, ainda, que Malcolm Young o chamou para formar uma banda após o fim do Velvet Underground, no entanto, ele recusou o convite. "Malcolm disse: 'Quer vir comigo? Farei uma banda pesada, quero tocar muitas coisas do Deep Purple'. Mas observei musicalmente. Não gostava de Deep Purple ou heavy rock. Se eu entrasse para o AC/DC, não iria durar três meses, porque eu reclamaria da mesmice. Eu sairia ou seria chutado. Nossa amizade sofreria, sendo que ficamos amigos até quando ele nos deixou", comentou.

Houve, ainda, outra oportunidade para que Kovac e Young trabalhassem juntos: durante as gravações de "High Voltage", primeiro álbum do AC/DC. A banda estava gravando com um músico de estúdio e tendo problemas, segundo Herman. Contudo, ele estava em turnê com outra banda e não conseguiu "quebrar o galho" naquela ocasião.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.