segunda-feira, 25 de junho de 2018

Paul Stanley é quem manda no Kiss, de acordo com Eric Singer
segunda-feira, junho 25, 2018


O baterista Eric Singer falou, em entrevista ao Rock Music Star, sobre o funcionamento interno do Kiss, banda que integra desde 1991, tendo estado de fora somente entre 1996 a 2004, quando Peter Criss havia reassumido o posto. De acordo com Singer, o verdadeiro responsável pelas decisões do grupo é o vocalista e guitarrista Paul Stanley, e não o baixista e também vocalista Gene Simmons, diferente do que muitos pensam.

"As pessoas sempre acham que é o Gene (que tem a palavra final). Respeitosamente, Gene e Paul fazem as coisas juntos, mas sempre digo às pessoas que não é o que pensam. Nada acontece no Kiss sem Paul Stanley dizer: 'ok'", contou o baterista.

- Despedida? Kiss fará mega-turnê de três anos a partir de 2019

Ainda segundo Singer, Stanley é ouvido mesmo quando não se importa com a situação. "Há momentos em que Paul não liga para algo e diz: 'não me importo, seja como for'. Coloque desta maneira: se Gene, Eric e Tommy (Thayer, guitarrista) quiserem fazer uma coisa e Paul não, então, não vamos fazer. Se Paul quer fazer algo e Gene não, Gene geralmente diz: 'ok, tanto faz', Normalmente, Gene só quer tocar", afirmou.

Durante a entrevista, Eric Singer também fez elogios à grande forma física em que se encontra Paul Stanley atualmente. "Veja como ele está. Quantos caras você conhece que estão assim aos 65 anos? Eu não. Paul está em incrível forma. Sabe por quê? Ele é um desses caras que toma cuidado com o que come, cuida de si e faz exercícios. Não é fácil. Devo dar crédito a ele, porque é preciso trabalhar duro e muita disciplina. As pessoas podem pensar que não é grande coisa, mas você fazer isso anos após ano... eu o admiro. É engraçado como cada um pode influenciar e inspirar o outro. E Paul, para mim, nesse aspecto, é muito inspirador", disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.