Maynard Janes Keenan, do Tool, é acusado de ter estuprado jovem em 2000; vocalista nega


Uma mulher, que preferiu não se identificar, fez uso de uma conta na rede social Twitter para acusar Maynard James Keenan, vocalista do Tool e A Perfect Circle, de tê-la estuprado. O caso teria acontecido em 2000, quando ela tinha 17 anos.

Na série de publicações, a mulher diz que foi a um show do A Perfect Circle com o Nine Inch Nails junto de seu namorado na época. "A banda começou. Maynard me viu na plateia [...] e atirou uma garrafa d'água em minha direção. Um cara do lado pegou a garrafa. Meu namorado e eu rimos e achamos legal. Minutos depois, uma mulher loira nos perguntou se queríamos conhecer a banda. Perguntei se poderia levar meu namorado. Ela disse que só poderia entrar uma pessoa. Disse a meu namorado que voltaria em alguns minutos. A mulher me levou ao camarim e não a vi mais", contou.

- Leia: Por que a caça às bruxas de Hollywood não chega aos rockstars?

Em seguida, segundo as publicações, Maynard estava sentado em uma mesa de piquenique encarando a mulher. "O Nine Inch Nails não havia começado, então, achei que teria bastante tempo para pegar um autógrafo e voltar ao show. Eu não tinha papel, então, pedi para Maynard assinar em minha mão. Estava pronta para voltar, mas Maynard não parava de conversar. Ele perguntou minha idade e eu disse que tinha 17. Então, ele disse: 'não posso falar com você aqui, vamos assistir a um filme'. E me levou para um ônibus", disse.

A mulher disse que entrou no ônibus e os dois começaram a assistir ao filme "Medo e Delírio". "Decidi assistir por alguns minutos e ter alguma história bizarra para contar ao meu namorado. [...] Ele começou a acariciar meu pescoço. Fiquei em silêncio. Ele falou do filme e começou a tirar as calças. Tudo o que consegui fazer era ficar sentada, sem me mover. Eu me congelei, então, ele precisou mover meu corpo. Ele puxou minhas calças e forçou a entrada, sem 'aquecimento'. Citei isso porque não era sobre sexo, era sobre me estuprar o mais rápido que conseguisse. Ele penetrou em minha vagina sem preservativo, rapidamente, enquanto fiquei paralisada. [...] Não houve consentimento. Eu não estava chapada. Ele não tentou me seduzir, ele me forçou, tirou vantagem do meu estado. Levou anos para que eu pudesse processar essas ações. Ele ejaculou em meu torso e não me limpou, haviam manchas na minha blusa quando saí", afirmou.

Em seu relato, a mulher disse que, em seguida, encontrou o namorado, que estava preocupado, e não contou nada a ele. "Sei que para alguns isso pode não soar como estupro. Estou contando isso porque, em 2000, a conversa sobre consentimento não existia. O estupro estatutário no estado é de 16 para baixo. Fazem 18 anos e ainda estou trabalhando no trauma. #MeToo e #TimesUp são movimentos que abrem a visão. Esspero que todos tenham uma chance de se curar. Espero que eu possa me curar. Talvez contar sua história seja parte do processo de cura", disse ela, que também acusou o vocalista de transmitir HPV a ela - "por sorte, não era o tipo cancerígeno" - e destacou que manteve segredo porque ninguém de sua "legião de fãs dedicados" acreditaria na história.

Pelo Twitter, Maynard Janes Keenan negou que tenha estuprado a mulher por trás da conta de Twitter. "Muito obrigado àqueles que enxergaram corretamente a partir daquela afirmação falsa e desprezível que só causa dano ao movimento #MeToo. E sinto vergonha daqueles que perpetuam esse clickbait destrutivo. Quanto à minha resposta demorada, mas desnecessária, eu desliguei meu telefone. Você deveria tentar", afirmou.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Maynard Janes Keenan, do Tool, é acusado de ter estuprado jovem em 2000; vocalista nega Maynard Janes Keenan, do Tool, é acusado de ter estuprado jovem em 2000; vocalista nega Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, junho 29, 2018 Rating: 5