sexta-feira, 15 de junho de 2018

Tobias Forge tentou outros vocalistas para o Ghost, mas ninguém aceitou
sexta-feira, junho 15, 2018


Um trecho de uma matéria sobre o Ghost, publicada pelo site da revista "Revolver", revela que Tobias Forge não queria ser o vocalista da banda a qual lidera. Ele tentou trazer uma série de outros cantores, incluindo Mats Levén (Candlemass, ex-Yngwie Malmsteen), mas nenhum deles aceitou entrar para o grupo.

- Leia resenha: 'Prequelle' traz Ghost envolvente, experimental e denso, sem ser metálico

Conforme apontado pelo texto, a primeira escolha para os vocais do Ghost era Messiah Marcolin, ex-integrante do Candlemass, mas Messiah recusou o convite. Tobias Forge, então, tentou Mats Levén, que também não aceitou fazer parte da banda.

A terceira opção era Christer Göransson, do Mindless Sinner. A resposta para o convite foi: "tenho minha prórpia banda e isso parece meio idiota'", segundo Tobias Forge. A quarta e última tentativa foi JB Christoffersson, do Grand Magus. Com a negativa, Forge assumiu os vocais por conta própria.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.