'Ninguém fez mais letras tristes que Lemmy', diz Doro Pesch

(Foto: David Havlena / reprodução / Instagram)
Ninguém compôs mais letras tristes do que Lemmy Kilmister, falecido frontman do Motörhead. A opinião é de Doro Pesch, que falou sobre o assunto em entrevista ao Metalliluola (transcrição via Blabbermouth).

A vocalista relembrou Lemmy enquanto falava sobre seu próximo disco de estúdio, "Forever Warriors, Forever United", que sai no próximo dia 17 de agosto. "Fizemos algumas músicas antes e havia um vídeo, 'Love's Gone To Hell'. Então, Lemmy faleceu e partiu meu coração, fui ao funeral. Todo fã de Motörhead achou que ele viveria para sempre. Aquilo me chocou. Houve um tempo em que pensei: 'cara, a vida não é para sempre, o tempo está passando'. Então, veio a ideia para 'Living Life To The Fullest', que é dedicada a Lemmy", afirmou.

- Assista: Doro Pesch canta 'War Machine', do Kiss, em show de Gene Simmons

Outra faixa presente no disco, "Lost In The Ozone", é um cover de Motörhead. "Ninguém fez mais letras tristes que Lemmy. Eu pensei: 'talvez seja empoderador às pessoas que se sintam isoladas saber que não estão sozinhas no mundo'. Mesmo Lemmy se sentia assim às vezes", disse Doro.

Há, ainda, um dueto com Lemmy no disco, intitulado "It Still Hurts". "Os vocais de Lemmy foram gravados em Los Angeles, mas Andreas Bruhn mixou. Eu disse que queria gravar o quanto antes, então, gravamos essa e outra música. Isso foi há dois anos e meio", revelou.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
'Ninguém fez mais letras tristes que Lemmy', diz Doro Pesch 'Ninguém fez mais letras tristes que Lemmy', diz Doro Pesch Reviewed by Igor Miranda on domingo, julho 29, 2018 Rating: 5