quarta-feira, 4 de julho de 2018

Ghost ainda é uma 'banda de metal', segundo Tobias Forge
quarta-feira, julho 04, 2018


O Ghost está cada vez mais distante do heavy metal em seus discos de estúdio. O álbum mais recente, "Prequelle", tem flertes bem evidentes com o pop, a new wave e com o hard rock. Ainda assim, o vocalista Tobias Forge revelou acreditar, em entrevista ao canal do festival Graspop Metal Meeting no YouTube (transcria via Blabbermouth), que seja possível classificar o grupo como uma "banda de metal".

Forge falou sobre o assunto após ter sido questionado se o Ghost se encaixa em festivais de heavy metal, como o Graspop. "Acho que há uma norma metal que é representada pela maioria das bandas na seção 'heavy metal/(hard) rock)' da qual somos um pouco diferentes, em nossa maneira de misturar as coisas. Há certas coisas no meu estilo de composição que são diferentes, mas quando vejo uma banda como o Black Sabbath, por exemplo, me inspiro muito neles. Ouvi Black Sabbath desde quando consigo me lembrar. Quero que o Ghost seja muito como o Sabbath quando fizeram, em minha opinião, seus melhores discos na década de 1970 - experimentais, progressivos e corajosos", afirmou.

- Leia resenha: 'Prequelle' traz Ghost mais envolvente e experimental, sem ser metálico

O líder do Ghost destacou, ainda, que lamenta o fato de o Black Sabbath não ter recebido os devidos créditos por terem sido corajosos em seus discos mais experimentais, como "Sabbath Bloody Sabbath", "Sabotage" e "Vol. 4". "Sou bem mais influenciado por esses discos do que pelos dois primeiros. Não quero soar como Black Sabbath, mas quero minha banda sendo corajosa e progressiva. Infelizmente, nos dias de hoje, uma vez que o metal se tornou estabelecido, há um lado conservador com várias regras. O heavy metal existe há muitos anos, então, sempre terá os mais velhos que são protetores e ensinam os mais jovens como as coisas devem ser. [...] Acho que somos uma banda de metal, no fim das contas", disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.