Ghost não fala só sobre o diabo, explica Tobias Forge


Em entrevista à Star FM (transcrição via Blabbermouth), o vocalista Tobias Forge falou sobre as temáticas abordadas pelo Ghost em suas músicas. De acordo com o cantor, a banda não fala apenas do diabo: a sociedade é retratada como um todo nas composições.

"Um dos maiores equívocos do Ghost é que a banda fala apenas sobre o diabo. Sempre foi sobre a humanidade e a vida. Embora 'Prequelle' (disco mais recente) seja um registro sobre a morte, essencialmente, também é um álbum sobre a sobrevivência e acho que isso passou por todos os discos. Mesmo no 'Opus Eponymous', havia um duplo significado para as coisas que não necessariamente têm a ver com os sermões malignos sobre invocar o diabo. Isso é um simbolismo para pintar uma imagem um pouco mais interessante. É o sal que deixa o prato um pouco mais saboroso", afirmou.

- Leia resenha: 'Prequelle' traz Ghost mais envolvente e denso, sem ser metálico

Ainda segundo Forge, "Prequelle" traz não só letras diferentes, como também todo um conteúdo em seu entorno que é distinto do passado. "Dessa vez, fiz material adicional em vez de EPs de covers entre os discos, para não ser repetitivo. Tive a ideia, por anos, de que embora exista essa coisa de anonimato com os Nameless Ghouls, isso não seria para sempre, da mesma forma que as pessoas achariam repetitivo ter o Papa 1, 2, 3, 4 e 5. Pela imagem e pelo elemento teatral da banda, você precisa ter outros elementos que representam que o tempo passou", afirmou, fazendo menção ao uso da persona Cardinal Copia em vez de continuar como Papa Emeritus.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Ghost não fala só sobre o diabo, explica Tobias Forge Ghost não fala só sobre o diabo, explica Tobias Forge Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, julho 11, 2018 Rating: 5