Ex-baterista do Slipknot, Joey Jordison afirma estar 100% de volta e recuperado


O baterista Joey Jordison revelou em entrevista ao canal de YouTube "Metal Wani" (transcrição via Blabbermouth) que está 100% de volta e recuperado dos problemas de saúde que complicaram sua vida nos últimos anos. O músico foi diagnosticado com mielite transversa, uma inflamação neuroimune que o impediu de tocar bateria por um tempo - a situação chegou a fazer com que o Slipknot, sua banda entre 1995 e 2013, o demitisse.

"Estou 100% de volta e mais forte do que nunca. E não estou apenas falando por falar, mas levou muito tempo para me recuperar minhas forças. Nunca senti algo como isso. A gente conhece a gripe, o resfriado e coisas do tipo, mas isso que tive não é nada parecido. Acordei um dia com as costas pegando fogo, minhas pernas bambas, e entrei em colapso. Foi a coisa mais assustadora da minha vida", afirmou.

Jordison se sentiu motivado a trabalhar em sua recuperação para que pudesse voltar a fazer o que mais gosta: tocar bateria. "Movi meu traseiro, peguei os melhores treinadores e não ia deixar de voltar a tocar bateria, porque é para isso que estou nesse planeta", disse.

O baterista pontuou que o fracasso "não era uma opção". "Estou aqui para tocar bateria e acho que, de uma forma estranha, isso foi como uma lição de vida mais do que qualquer coisa. Eu não mudaria em nada. Foi ruim, mas o fato de eu ter vencido isso e retornado... não deixaria isso me vencer. Poder estar saudável e tocar nos discos que você pode ouvir, com o Sinsaenum e Vimic, é um testemunho. Tenho que tocar. Quando você tem o poder da música em sua alma, nada pode te parar", afirmou.

Em 2014, o vocalista Corey Taylor disse em entrevista que Joey Jordison foi demitido porque "não dava mais para trabalhar com ele". "A única maneira que eu tenho sido capaz de resumir é que algumas vezes você está na mesma estrada e você chega a uma encruzilhada. Algumas vezes vocês seguem juntos, algumas vezes vocês se separam. E dessa vez nos separamos. Simples assim. Nós não éramos mais capazes de trabalhar juntos", comentou, na ocasião.

Somente em 2016, Joey Jordison contou ao público que não integrava mais o Slipknot devido a problemas de saúde. Apesar disso, ele afirma não saber por que foi demitido. "Quando alguém está internado, seja um familiar ou alguém que você gosta, você costuma visitar a pessoa. Ninguém foi me ver. E logo depois fui demitido. Não sei o motivo. Não entendo o que aconteceu. Há muitos rumores e boatos, mas tenho documentado tudo que aconteceu comigo. Tudo bem, a vida segue. Não deixei o Slipknot, eu jamais deixaria a banda, nunca", disse.

Atualmente, Joey Jordison integra o Vimic e o Sinsaenum - esta última, uma banda de extreme death metal que conta com Frédéric Leclercq (baixista do Dragonforce) na guitarra e nos teclados, Hemith (Seth) no baixo, Stéphane Buriez (Loudblast) na guitarra e Sean Zatorsky (Daath) e Atilla Csihar (Mayhem, Tormentor) nos vocais.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Ex-baterista do Slipknot, Joey Jordison afirma estar 100% de volta e recuperado Ex-baterista do Slipknot, Joey Jordison afirma estar 100% de volta e recuperado Reviewed by Igor Miranda on terça-feira, agosto 14, 2018 Rating: 5