Pedal polêmico de Satchel, do Steel Panther, está em pré-venda - e com o mesmo nome

Foto: @aconcertphotographer / Instagram
O preset do pedal TonePrint do guitarrista Satchel, do Steel Panther, já está em pré-venda no site da banda. Diferentemente do que havia sido anunciado no mês passado, o produto não teve o seu polêmico nome modificado - ele segue listado e estampado como "P*ssy Melter" (algo como "derreter de b*ceta", em tradução livre).

É possível adquirir o equipamento por US$ 199,99 (algo próximo a R$ 750, na cotação atual). O produto fica disponível para venda oficialmente no dia 1° de outubro, data em que os pedidos de pré-venda também serão atendidos.

O "P*ssy Melter" foi desenvolvido em parceria com a empresa TC Electronic e é descrito como: "um pedal de tom tão úmido quanto o das garotas na primeira fila". O nome, considerado sexista, gerou polêmica nas redes sociais: depois de uma petição ter sido lançada nas redes e ter reunido centenas de assinaturas contra o nome do aparelho, considerado sexista, a empresa de eletrônicos pediu desculpas e retirou o preset de seu site.

- Leia: Pedal de guitarrista do Steel Panther à venda é criticado por nome sexista

Ao lançar a pré-venda do "P*ssy Melter", o Steel Panther também divulgou um comunicado em que diz "respeitar e amar a liberdade de expressão de todos os cidadãos americanos". "Apoiamos o direito de todas as pessoas se expressarem não importa onde estão no mundo. Damos boas-vindas a todas as raças, gêneros e orientações sexuais aos nossos shows, que celebram a individualidade para se festejar e o amor ao heavy metal. Como dito por Satchel anteriormente, o som foi criado para dar prazer às mulheres que o ouvirem. O Steel Panther está contente em anunciar que, agora, estamos oferecendo orgasmos auditivos a todos", afirma a banda.

O que disseram os envolvidos na época

Em comunicado divulgado na época da polêmica relacionada ao "P*ssy Melter", a TC Electronic afirmou que "ficou claro que várias pessoas se ofenderam com o título e a descrição do pedal delay TonePrint criado com Satchel". "O Steel Panther é uma banda de comédia que toca glam metal, conhecida por suas letras profanas e humorísticas, assim como suas personas exageradas. Nunca foi a nossa intenção ofender alguém, mas apenas oferecer aos fãs os equipamentos que Satchel usa. Reconhecemos que o material foi inapropriado e removemos o TonePrint do aplicativo, além de tirá-lo do nosso site em breve. Pedimos sinceras desculpas", disse a empresa, na ocasião.

Dias depois, pelo Twitter, Satchel disse que o nome seria modificado para uma opção "politicamente correta". No entanto, a declaração foi encarada como brincadeira, já que o suposto novo nome era tão polêmico quanto o primeiro. "Estou trabalhando em hora extra com a TC Electronic para relançar o 'P*ssy Melter' sob o nome menos ofensivo e mais politicamente correto de 'B*tthole Burner' ('Queimador de C*', em tradução livre para o português). Não se preocupem - ele ainda irá derreter suas b*cetas, damas", afirmou na ocasião.

O guitarrista também ganhou apoio de colegas como Chris Kael (Five Finger Death Punch), Zach Myers (Shinedown), Doc Coyle (Bad Wolves) e Chris Barnes (Six Feet Under), além do baterista do Steel Panther, Stix Zadinia.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.
Pedal polêmico de Satchel, do Steel Panther, está em pré-venda - e com o mesmo nome Pedal polêmico de Satchel, do Steel Panther, está em pré-venda - e com o mesmo nome Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, agosto 08, 2018 Rating: 5