Lars Ulrich lamenta não ter reduzido ritmo do Metallica para curtir o sucesso


O Metallica esteve em plena atividade desde a sua fundação, no início dos anos 1980. E, pelo visto, seus integrantes nunca tiveram tempo para aproveitar o sucesso conquistado.

Em entrevista concedida pelo Metallica à rádio 100.3 FM The X, transcrita pelo Ultimate Classic Rock, o baterista Lars Ulrich refletiu sobre a fama conquistada pela banda e pelo fato de nunca ter parado para curtir o êxito. É por isso que, de acordo com ele próprio, o grupo tem se aprofundado na sua conexão com os fãs.

Na ocasião, Ulrich tocou no assunto em complemento ao que o frontman do Metallica, James Hetfield, havia dito sobre a música ter salvado a vida dele. "Sei o que eles (os fãs) significam, porque a música salvou a minha vida. Meu ponto de vista sobre o mundo é fora de ordem e, então, alguém diz: 'ei, o que você escreveu me ajudou'. Isso é mais uma conexão", disse Hetfield.

- Como Lars Ulrich e o tímido James Hetfield se conheceram e formaram o Metallica

Lars, então, completou: "As pessoas diziam que, antes, nós não diminuíamos o ritmo o bastante para absorver isso, ou não nos permitíamos absorver isso. Após 35 anos nesse caminho insano, é legal ouvir isso e nos permitir internalizar e nos orgulhar disso. Eu não quero dizer que gostaríamos de ter feito diferente há 20 anos, mas, às vezes, só queria que eu diminuísse o ritmo para aproveitar isso. Estávamos sempre com muita pressa para dar o próximo passo".

O baterista destacou, ainda, que saber o quanto a música do Metallica é importante para os fãs tem, hoje, um significado maior para seus integrantes. "Fazemos muitos meet-and-greets e interações com os fãs em vários níveis distintos. Essa conexão é sempre preciosa e é um ponto de destaque dos dias de shows", afirmou.
Lars Ulrich lamenta não ter reduzido ritmo do Metallica para curtir o sucesso Lars Ulrich lamenta não ter reduzido ritmo do Metallica para curtir o sucesso Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, dezembro 07, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário