Led Zeppelin sofreu pressão para seguir sem John Bonham após morte


O biógrafo Mark Blake, que está lançando um livro sobre Peter Grant, empresário do Led Zeppelin falecido em 1995, revelou algumas curiosidades sobre a banda em entrevista ao site Real Clear Life. A obra, intitulada "Bring It On Home: Peter Grant, Led Zeppelin, and Beyond - The Story of Rock’s Greatest Manager", está disponível apenas no mercado internacional.

Um dos pontos abordados por Mark Blake no livro e na recente entrevista foi o fim do Led Zeppelin, em 1980, anunciado após a morte do baterista John Bonham. O escritor destacou que, naquela época, muitas pessoas tentaram se aproveitar da banda, insistindo para que continuassem sem Bonzo. Peter Grant, por outro lado, adotou uma postura diferente e respeitou a decisão do grupo.

"Não havia notado antes o tamanho da ganância e dos ataques pelas costas que aconteceram no fim do Led Zeppelin. Fiquei surpreso com o quão gananciosas algumas pessoas haviam se tornado. Muito dinheiro passava por aquela banda", disse, inicialmente.

Led Zeppelin quase fez turnê pelo Brasil em 1975

Ele completa: "Quando Bonham morreu, a banda disse que não iria continuar, mas houve enorme pressão por parte de outras pessoas - não de Peter - e da gravadora para que continuassem. As pessoas não queriam o fim da galinha dos ovos de ouro".

John Bonham morreu em 25 de setembro de 1980, asfixiado por seu próprio vômito, após ter consumido diversas doses de vodca. A banda cancelou a turnê que havia sido marcada pelos Estados Unidos para o ano em questão e, no dia 4 de dezembro, anunciou seu fim.

Apesar das especulações de nomes como Cozy Powell, Carmine Appice, Bev Bevan, Barriemore Barlow e Simon Kirke para a vaga de John Bonham, o Led Zeppelin nunca aceitou substituir o lendário baterista. A banda se reuniu apenas três vezes, nos anos de 1985 (no Live Aid, com Phil Collins), 1988 (no aniversário da Atlantic Records, com Jason Bonham, filho de John) e 2007 (para um show na O2 Arena de Londres, novamente com Jason Bonham).
Led Zeppelin sofreu pressão para seguir sem John Bonham após morte Led Zeppelin sofreu pressão para seguir sem John Bonham após morte Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, janeiro 16, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário