Marcelo Yuka, um dos fundadores d'O Rappa, morre aos 53 anos


O músico Marcelo Yuka, ex-integrante e um dos fundadores da banda O Rappa, faleceu na noite desta sexta-feira (18), aos 53 anos. Ele estava internado em estado grave, com infecção generalizada, desde o início do ano, quando sofreu um AVC.

Sua morte havia sido noticiada, de forma equivocada, no dia 4 de janeiro. Alguns veículos de comunicação chegaram a reportar que ele havia falecido, citando até mesmo informações da assessoria de imprensa d'O Rappa. Entretanto, ele seguia vivo, ainda que em estado grave.

Um dos criadores d'O Rappa, Marcelo Yuka ficou paraplégico após tentar impedir um assalto em novembro de 2000. Devido à sua condição, Yuka deixou de ser baterista d'O Rappa, mas seguiu trabalhando na música, colaborando com o grupo como compositor. Ele deixou O Rappa em 2001, por divergências criativas, e montou a banda F.ur.t.o. no ano de 2004.

Em 2016, Marcelo Yuka chegou a passar alguns dias internado em um hospital, mas recuperou-se bem de complicações de saúde não especificadas. Em agosto de 2018, sofreu um AVC, também superado sem sequelas.

A trajetória de Marcelo Yuka na música é marcada, especialmente, por suas composições de forte cunho social, destacando temas como violência, desigualdade e racismo. Algumas de suas criações mais conhecidas são "Minha Alma (A Paz Que Eu Não Quero)" e "Me Deixa".

Marcelo Yuka, um dos fundadores d'O Rappa, morre aos 53 anos Marcelo Yuka, um dos fundadores d'O Rappa, morre aos 53 anos Reviewed by Igor Miranda on sábado, janeiro 19, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário