Ripper Owens diz que Judas Priest não tocar nada de sua fase é 'meio louco'


O vocalista Tim "Ripper" Owens refletiu sobre o seu período no Judas Priest em entrevista a David Slavkovic, do Ultimate Guitar. Ele esteve na formação de 1996 a 2003, gravando dois álbuns com a banda: "Jugulator" (1997) e "Demolition" (2001).

Inicialmente, "Ripper" contou que adora as músicas de sua fase com o Judas Priest, mas lamentou que nenhuma delas seja tocada nos shows da banda após o retorno do vocalista Rob Halford. "Ainda faço turnês e sou capaz de tocar as músicas desses álbuns. Definitivamente, mereciam mais, eles não tocam nada desses discos (risos). É incrível que tenham apagado tudo. A plateia gostaria de ouvir 'Burn In Hell'", afirmou.

O cantor destacou que sequer precisa receber direitos autorais ou qualquer pagamento do tipo pela performance de alguma das músicas. "Só seria legal que tocassem. Gravei dois discos com a banda, dois álbuns ao vivo, além de um DVD. É meio louco que tudo isso tenha sido apagado e eles não toquem nenhuma música, pois também é Judas Priest", disse.

A subestimada fase Ripper do Judas Priest
https://www.igormiranda.com.br/2015/04/a-subestimada-fase-ripper-do-judas.html
Embora fique desapontado com o fato de sua fase no Judas Priest ser ignorada, Tim "Ripper" Owens contou que tem boa relação com os integrantes da banda. "Ainda nos falamos, apesar de não nos falarmos tanto mais. K.K. (Downing, ex-guitarrista) e eu provavelmente nos falamos mais e ele tem me apoiado, até vai aos shows quando toco na Inglaterra. Sou amigo até mesmo de Rob (Halford), é a melhor parte. Quando nos vemos, temos ótimas conversas. Muito respeito", afirmou.
Ripper Owens diz que Judas Priest não tocar nada de sua fase é 'meio louco' Ripper Owens diz que Judas Priest não tocar nada de sua fase é 'meio louco' Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, janeiro 11, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário