Duas crianças latinas são retiradas da Síria com ajuda de Roger Waters


Duas crianças de Trindad e Tobago, levadas para a Síria por seu pai após juntar-se ao Estado Islâmico, estão sendo retiradas do país asiático e levadas para sua terra natal com a ajuda de Roger Waters, ex-integrante do Pink Floyd. A informação foi divulgada pela agência de notícias France-Presse, mencionando o advogado da família como fonte.

As crianças foram entregues à sua mãe, na cidade síria de Qamishli, após Roger Waters aceitar pagar por todas as despesas ligadas à repatriação, incluindo a viagem da mulher até a Síria e o retorno, com as duas crianças, para Trindad e Tobago.

- O que Roger Waters pensa quando dizem que ele não deve falar sobre política

Os garotos, chamados Ahub e Mahmud Ferreira, têm 7 e 11 anos, respectivamente. Eles foram sequestrados pelo próprio pai, no ano de 2014, e levados para a cidade de Raqa, considerada a capital do Estado Islâmico na Síria.

Após terem sido encontrados, os meninos se mudaram para áreas sob controle das Forças Democráticas da Síria (SDS). O pai dos garotos se casou com outra mulher e, pouco tempo depois, acabou morto em meio aos conflitos locais. O final feliz para as crianças só foi possível mediante ajuda de Waters, já que, segundo os advogados, a mãe não fazia ideia de onde os filhos estavam, nem teria condições de trazê-los de volta.
Duas crianças latinas são retiradas da Síria com ajuda de Roger Waters Duas crianças latinas são retiradas da Síria com ajuda de Roger Waters Reviewed by Igor Miranda on terça-feira, janeiro 22, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário