Van Halen fez contato com Michael Anthony há 6 meses, revela Sammy Hagar


O vocalista Sammy Hagar revelou algumas informações curiosas sobre o possível vínculo de sua ex-banda, o Van Halen, com o baixista Michael Anthony, que foi demitido do grupo em 2006. Conforme dito por Hagar, em entrevista a Eddie Trunk transcrita pelo Rock N' Roll Experience, um representante da banda entrou em contato com Anthony, há cerca de seis meses, convidando-o para tocar em uma turnê.

Inicialmente, Sammy Hagar repetiu a versão de Michael Anthony sobre ter ficado sabendo de seu suposto retorno pela imprensa. "Como de costume, Mike está sabendo disso pelas notícias, assim como quando ele soube que Wolfie (Wolfgang Van Halen, baixista e filho de Eddie Van Halen que ocupou sua vaga em 2006) o substituiria. Foi tipo: 'oh, acho que não estou mais no Van Halen'. Ele leu sobre isso, em vez desses idiotas ligarem para ele e serem diretos. Mike está na mesma posição novamente com tantos rumores", afirmou.

Em seguida, Hagar comentou que tem "certeza" de que o Van Halen está tentando fazer algo. "Se vai rolar ou não, eu não sei, mas disse a Mike que ele tem minha bênção se algo acontecer, pois é um membro fundador da banda. Ele precisa fazer isso pelos fãs. É o elemento que falta agora. Sem Mike, não parece ser a mesma coisa", afirmou ele.

O cantor, então, fez a grande revelação da entrevista. "Mike e eu conversamos e estou te garantindo que ele não sabe de nada. Alguém precisa ligar para ele. Na verdade, ele recebeu uma ligação de um empresário do Van Halen perguntando se ele teria interesse. Ele disse que: 'sim, estou fazendo um álbum com Sammy agora e estamos marcando shows, então, teria que considerar isso'. Eles disseram: 'ok, voltaremos a entrar em contato'. E foi isso", disse.

E o The Circle?

Atualmente, Michael Anthony está envolvido com o The Circle, supergrupo que conta com Sammy Hagar nos vocais, Vic Johnson na guitarra e Jason Bonham na bateria. A banda vai lançar seu primeiro álbum de inéditas, intitulado "Space Between", no dia 10 de maio.

Durante a entrevista, Sammy Hagar disse que não há nenhum problema caso Michael Anthony aceite o convite. "Sou fácil de lidar. Primeiro: não quero sair por aí fazendo turnê de seis meses. A banda vai tocar por uns dois meses. Se rolar, ele pode tocar com o Van Halen por um tempo e, depois, voltar para mais shows conosco. Sei que Mike está comprometido com esses shows que marcamos. Se esses caras voltarem, ele tem minha bênção total. Eu amo Mike. Acho que ele sabe que o The Circle é importante em longo prazo, porque o Van Halen é muito esporádico", afirmou.

Mike ou Wolfie?

Hagar também falou, ao longo do bate-papo, sobre supostas informações a respeito desses shows que o Van Halen faria em 2019. Um rumor, que teria se originado após uma publicação de um suposto executivo da Warner nas redes sociais, apontou que Michael Anthony apenas faria um solo de baixo e cantaria/tocaria "Somebody Get Me A Doctor", mas que o restante do show seria feito por Wolfgang Van Halen.

"Eles acham que Mike vai chegar, fazer seu solo de baixo, dizer 'tchau' e assistir Wolfie tocando as músicas dele no resto da noite. Não acho que os fãs vão gostar disso. Isso seria complicado para o pequeno Wolf - ele não merece isso. Não sei o que pensar. Talvez seja um rumor. Quem sabe? Esses caras não me falam nada, nem quero saber. Mas acho que deveriam contar pelo menos para Mike (risos)", afirmou.

O que há de concreto

A única informação realmente concreta a respeito dos planos do Van Halen para 2019 veio, por acidente, do vocalista David Lee Roth. Em recente entrevista à Vulture, ele contou que o Van Halen vai "tocar no mesmo lugar que os Yankees jogam", em menção ao Yankee Stadium.

"Se eu disser algo em entrevista, todos vão dizer: 'oh, isso vazou'. Porém, a banda vai estar... não posso dizer", completou, após ser questionado sobre o assunto.

Ainda relutante, Diamond Dave acabou não aguentando e entregou algumas informações. "Não sei até onde vai a privacidade disso, mas a banda é solvente. Posso dizer que entrei em contato com colegas para fazer parte do show - Metallica, Guns N' Roses, Jason Aldean, Foo Fighters, Church e (Chris) Stapleton. Todos disseram que, se rolar, vão participar", afirmou.

O início dos rumores

Pouco tempo após a entrevista de David Lee Roth, rumores a respeito de um retorno de Michael Anthony ao Van Halen foram divulgados também pelo jornalista Eddie Trunk, em seu programa de rádio. Ele destacou que rumores apontam uma turnê da banda em estádios americanos para 2019 e com Anthony de volta à função da qual foi substituído, em 2006, por Wolfgang Van Halen, filho do guitarrista Eddie Van Halen.

"Uma pessoa da indústria da música me disse que ouviu de algumas pessoas que, de fato, o Van Halen estará ativo em 2019 em termos de shows. Os rumores são - e eu enfatizo que são rumores - de fontes confiáveis é que a banda excursionará em 2019 com sua formação original, o que significaria o retorno de Michael Anthony, e que seria algo pensado para estádios", afirmou Trunk, na ocasião.

Anthony negou

Em entrevista à Premiere Radio Networks, Michael Anthony negou os boatos e disse que não conversa com os antigos colegas há mais de uma década. "O único comentário que tenho é que não conversei com nenhum dos caras desde o último show que fizemos juntos, em 2004", disse Anthony. O baixista acrescentou que chegou a falar com Alex Van Halen, pelo telefone, há alguns anos. Porém, o papo foi informal.

Trunk, responsável pelo furo, disse que não foi convencido pela declaração de Anthony. "Você acha que Michael Anthony vai dizer a mim, a Sal (da Premiere Radio), ao Loudwire ou quem seja que, sim, conversou com os caras e está ensaiando para o retorno? Claro que não! [...] O cara está fora da banda há tanto tempo. Se ele estiver de volta, você acha que ele será o responsável por dar a notícia, em vez de uma declaração oficial?", pontuou o jornalista.

O discurso de Anthony mudou em outra entrevista, para Sally Steele. "Eu sou um cara que nunca diz nunca", disse, ao ser perguntado sobre os rumores. "Porém, nesse ponto, estou muito feliz com o que estou fazendo. Estou me divertindo. E se algo rolar, então, rolou. Se não, tudo bem", completou. Ele revelou, ainda, que não recebeu nenhum contato da banda e que descobriu dos boatos "da mesma forma que todos - pela imprensa".

Os novos rumores

O site Metalhead Zone afirmou, em recente publicação, ter feito contato com o já citado suposto funcionário da Warner/Chappell Music. O homem, identificado como Tomas Bmyr, divulgou um comunicado que estaria adiantando supostas informações a respeito das atividades do Van Halen em 2019.

De acordo com o suposto comunicado, um anúncio será feito em breve, mas foi garantido que o Van Halen estará em turnê no ano de 2019. "Não será uma turnê de fato, mas, sim, seis shows em estádios americanos durante o verão (inverno no Hemisfério Sul). A banda fará cinco datas adicionais em Las Vegas, em dezembro. Não é uma turnê de despedida", teria dito o homem identificado como executivo da Warner.

Ainda segundo a publicação, Tomas Bmyr teria dito que a formação será a mesma de sempre - ou seja, com Wolfgang Van Halen no baixo -, porém, Michael Anthony fará participações. "Sim, Michael Anthony fará parte disso, mas serão apenas aparições em cada show. Ele virá ao palco com seu baixo Jack Daniels e fará um solo antes de tocar 'Somebody Get Me A Doctor', com ele nos vocais, como em 1998 e 2004. Não sei se Wolfie estará no palco no momento", teria afirmado.
Van Halen fez contato com Michael Anthony há 6 meses, revela Sammy Hagar Van Halen fez contato com Michael Anthony há 6 meses, revela Sammy Hagar Reviewed by Igor Miranda on quinta-feira, fevereiro 14, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário