Ouça: 12 bons álbuns e músicas de rock e metal lançados nesta sexta (29/3)


Nessa breve lista comentada, divulgo álbuns e músicas lançados nesta sexta-feira (29) que chamaram a minha atenção. São, no geral, boas recomendações que se destacaram no meu gosto - e que podem te convencer também.


Ouça, a seguir, 12 álbuns e músicas de rock e metal lançados nesta sexta-feira, 29 de março - ou durante a semana -, que chamaram a minha a atenção.

Depois, não deixe de conferir:
130 álbuns que foram lançados em março
80 discos que chegaram em fevereiro
Os 10 melhores álbuns de rock e metal em 2018

Músicas

Joyous Wolf - "Quiet Heart": Embora tenha pouquíssimo material autoral lançado, essa jovem banda americana de hard/southern rock conseguiu criar certa expectativa em seu entorno. Os covers e poucos singles divulgados até agora mostraram talento. Com o EP "Place In Time", que será lançado em 19 de abril, a ideia é potencializar as esperanças em torno do grupo. Duas músicas foram lançadas nesta sexta e uma delas, em especial, me convenceu: "Quiet Heart", de bom gosto melódico e ótima performance do vocalista Nick Reese. A outra faixa, intitulada "Place In Time", também é boa, ainda que caminhe por mais "lugares comuns" do rock. Na dúvida, ouça as duas.



The Hawkins - "Profit In Disguise": Apesar de definir-se de forma pretensiosa - "nossa música vai do blues rock ao estilo Deep Purple ao punk rock" -, esse grupo sueco de hard rock "curto e grosso" surpreende um bocado em seu novo single. Quando parece que vai transitar por caminhos mais óbvios, apresenta alguns detalhes e até mudanças de andamento de muito bom gosto. Merece o play.



Stevie D e Corey Glover - "Final Resting Place": No futebol, a expressão "joga de terno" é atribuída àqueles atletas que são talentosos e sabem o que fazer com a bola no pé. Seguindo a mesma lógica, não dá para negar que Corey Glover, vocalista do Living Colour, "canta de terno". Além de ter uma voz privilegiada, ele consegue encontrar saídas harmônicas grandiosas para suas linhas. Tem inteligência musical, por isso, se destaca. E dá para notar isso em "Final Resting Place", faixa do álbum "Torn From The Pages", do guitarrista e produtor Stevie D. Glover estará em todas as canções do disco, que sairá em agosto deste ano pela Mighty Music. Ainda bem.



Crazy Lixx - "Break Out": Entre os singles lançados pelo Crazy Lixx até agora, esse é o melhor. A aura do famigerado hair metal é resgatada do riff inicial ao refrão contagiante, mas há um frescor ao longo da música que faz o ouvinte sentir os pés ainda em 2019. Não soa apenas como uma ode ao passado. A faixa estará em "Forever Wild", sexto álbum dessa banda sueca, que será lançado em 17 de maio.



Kenny Wayne Shepherd - "Woman Like You": Esse talentoso vocalista e guitarrista de blues rock tem se mostrado cada vez mais produtivo. Menos de dois anos após seu último disco, "Lay It On Down", ter sido lançado, ele confirmou que divulgará mais um novo álbum, intitulado "The Traveler", em 31 de maio. A primeira música divulgada, "Woman Like You", agrada bastante. Além do solo matador, o andamento da canção é todo construído num groove que embala.



Perry Farrell - "Pirate Punk Politician": O vocalista do Jane's Addiction e criador do festival Lollapalooza surpreendeu ao anunciar que vai lançar seu primeiro álbum solo em 18 anos. O disco, intitulado "Kind Heaven", sai no dia 7 de junho. E o primeiro single, "Pirate Punk Politician", pode agradar àqueles que curtem um som "diferentão". Os vocais carismáticos de Farrell se aliam a grooves que vão de um rock a-la Rage Against The Machine a batidas eletrônicas. Só tem um problema: consegue ser repetitiva mesmo com menos de 3 minutos de duração.



Tyler Bryant & The Shakedown - "On To The Next": Apesar do pedigree - o baixista Graham Whitford é filho do guitarrista Brad Whitford, do Aerosmith -, esse grupo americano liderado por Tyler Bryant tem o que oferecer. Isso foi mostrado tanto nos dois álbuns quanto, segundo vários relatos, em um show realizado no Brasil, em 2017, abrindo para Alice Cooper e Guns N' Roses. A nova música, "On To The Next", mostra um pouco do som do grupo e, embora não tenha sido anunciado, indica que um novo disco está para chegar. O groove da canção é convincente e a sonoridade lembra alguns momentos mais "hard" de Gary Clark Jr, ainda que sem a malemolência do bluesman em questão. Resta aguardar para saber o que mais está nos planos dos caras.



Álbuns

L.A. Guns - "The Devil You Know": O segundo trabalho dessa icônica banda de hard rock desde a retomada da parceria entre o vocalista Phil Lewis e o guitarrista Tracii Guns apresenta certa dicotomia. Apesar de ter sonoridade mais "suja" que o antecessor, "The Missing Peace" (2017), conta com músicas menos pesadas. Aqui, o grupo se inclina um pouco mais para o sleaze rock do que para o heavy metal, como já fez em outros momentos. A produção deixa a desejar, já que os músicos estão em boa forma.



Suzi Quatro - "No Control": Esse foi o álbum que mais me surpreendeu na lista. Embora conheça Suzi Quatro - afinal, ela tem 68 anos de vida e décadas de rock and roll -, chamou a atenção o fato de ela lançar um registro tão versátil e envolvente a essa altura da vida. Há músicas que honram o passado hard rocker de Suzi Quatro, mas o blues é bastante explorado, assim como o power pop. Em algumas canções, dá até para notar instrumentos de sopro. Muito bom.



A New Revenge - "Enemies & Lovers": Currículo é o que não falta nesse supergrupo de hard rock, que conta com Tim "Ripper" Owens (ex-Judas Priest e Iced Earth) no vocal, Keri Kelli (ex-Alice Cooper, Slash's Snakepit) na guitarra, Rudy Sarzo (ex-Whitesnake, Quiet Riot, Ozzy Osbourne) no baixo e James Kottak (ex-Scorpions) na bateria. Musicalmente, ainda que não aspire grandes projeções - e até tenha alguns fillers -, o disco de estreia do quarteto traz boas performances. É interessante ouvir Tim "Ripper" cantando hard rock. Vejo potencial para um segundo álbum, com uma evolução maior.



Little Villains - "Philthy Lies": Adianto que esse álbum foi destacado mais pelo fator "curiosidade" e pelo registro histórico do que, necessariamente, pela qualidade musical. A banda em questão foi formada pelo já falecido baterista Phil "Philthy Animal" Taylor (ex-Motörhead) em meados de 2006. O disco em questão, que acabou intitulado "Philthy Lies", foi gravado naquela época, mas acabou engavetado. Agora, chega ao mercado pela Heavy Psych Records com o intuito de homenagear "Philthy Animal". Em termos de sonoridade, o registro desperta o lado punk de Phil e dos músicos que o acompanham. Soa básico e até tosco em alguns momentos, mas certas músicas me divertiram ao longo da audição. Dê o play e experimente. Quem sabe?



Grindhouse - "Built In Obsolescence": Essa banda paulista faz um stoner rock que tem uma pegada doom em diversos momentos. Há momentos que empolgam por aqui, mas os vocais são muito forçados. Sinto que poderiam soar mais orgânicos. As passagens doom também não atraem - quando a batida é mais rápida, o fator identitário pulsa mais forte. Existe potencial para evolução, pois, por mais que o grupo exista há uma década, esse é o primeiro álbum completo. Para quem gosta de som pesado e grosseiro, vale a pena dar uma chance.



Bônus! Dirty Honey - EP "Dirty Honey": Esse compacto foi lançado no dia 22, mas o som é interessante e eu só o descobri nessa semana. Sabe quando uma banda tem influência do rock do passado, mas consegue soar única ao mesmo tempo? Sinto que é o caso desse quarteto de Los Angeles, que alia pitadas do blues, do stoner e até do hard rock oitentista ao seu rock de tom clássico e, por vezes, até empoeirado. O grupo só tem esse EP na bagagem, mas, pelo que ouvi, vejo muito potencial.



Outros álbuns lançados nesta sexta-feira, 29 de março (todos estão disponíveis em plataformas de streaming):

  • Yngwie Malmsteen (metal neoclássico) - "Blue Lightning"
  • Devin Townsend (metal progressivo/alternativo) - "Empath"
  • Anthem (heavy metal) - coletânea de rergavações "Nucleus"
  • KAATO (hard rock) - "Slam!"
  • The Devil And The Almighty Blues (blues/heavy rock) - "TRE"
  • Leeds (banda brasileira de blues rock/progressivo) - "Tormenta"
  • The Maine (rock alternativo) - "You Are Ok"
  • Brutus (metal alternativo) - "Nest"
  • Supercombo (banda brasileira de indie rock) - "Adeus, Aurora"
  • Alchemy (melodic hard rock) - "Dyadic"
  • Low Dose (grunge/punk rock) - "Low Dose"
  • Lance King (power metal) - "ReProgram"
  • Last Flight To Pluto (rock progressivo) - "A Drop In The Ocean"
  • Magic Circle (doom metal) - "Departed Souls"
  • Steve Earle & The Dukes (country rock) - "Guy"
  • Sinaro (metalcore, banda do guitarrista brasileiro Gus Sinaro) - "The Living Dead"
  • East of the Wall (progressive/post-metal) - "NP-Complete"
  • Trishula (melodic hard rock) - "Scared To Breathe"
  • Okilly Dokilly (metalcore) - "Howdilly Twodilly"
  • Whitechapel (deathcore) - "The Valley"
  • Nightrage (melodic death metal) - "Wolf To Man"
  • I Prevail (metalcore) - "Trauma"
  • Rage Of Light (electronic groove metal) - "Imploder"
  • Lee McKinney (instrumental, guitarrista do Born Of Osiris) - "Infinite Mind"
  • Bloodline (black metal) - "Better View"
  • Ultar (post-black metal) - "Pantheon MMXIX"
  • Arrival of Autumn (metalcore) - "Harbinger"
  • Vltimas (com membros do Morbid Angel e Mayhem) - "Something Wicked Marches In"
  • Forever Still (alternative metal) -  "Breathe In Colors"
  • Windhand (doom metal) - ao vivo "Live Elsewhere"
  • Psychopunch (punk n' roll) - relançamento de "We Are Just As Welcome As Satan's Drink"
  • Stevie Nicks (Fleetwood Mac) - coletânea "Stand Back: 1981-2017"
Ouça: 12 bons álbuns e músicas de rock e metal lançados nesta sexta (29/3) Ouça: 12 bons álbuns e músicas de rock e metal lançados nesta sexta (29/3) Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, março 29, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário