Rob Halford diz que Pantera o influenciou e nunca haverá banda igual


O vocalista do Judas Priest, Rob Halford, expressou sua admiração pelo Pantera em um texto de sua autoria para a revista Metal Hammer. O artigo está no site da publicação e pode ser conferido em inglês. A seguir, estão alguns trechos traduzidos para o português.

"Não dá para dizer o quão importante o Pantera foi ao salvar o heavy metal nos anos 1990. As coisas estavam ficando um pouco 'suaves', especialmente na América. Daí, vieram esses quatro cavalheiros do Texas que capturaram o verdadeiro espírito do heavy metal. Veio de seus corações e almas. O metal dos anos 90 precisava do Pantera. Foram o trampolim para muitas bandas depois", disse Halford, inicialmente.

O cantor destacou que não conhecia o Pantera até 1990, quando o Judas Priest ensaiava para a turnê do álbum "Painkiller" no Canadá. "Eu os vi na MuchMusic, algo como a MTV do Canadá. Vi Dime falando do Pantera e heavy metal no geral, usando uma camiseta do 'British Steel' (álbum do Priest lançado em 1980), então, chamou minha atenção. Aí veio o clipe de 'Cowboys From Hell' e eu fiquei colado na tela. Era incrível. Liguei para a MuchMusic e disse que queria conhecer Dime. Peguei um táxi e fui para os estúdios deles. Desde o início, nos demos bem. Ele era um grande fã do Priest e do heavy metal", afirmou.

'Se o Big 4 tivesse um filho, seria o Pantera', diz baterista do Anthrax

Naquela noite, Rob Halford foi a um show do Pantera na mesma cidade e conheceu o restante da banda, que, segundo ele, tinha a "hospitalidade do Texas". O cantor chegou a tocar 'Metal Gods' e 'Grinder' com o grupo, que, tempos depois, foi levado como atração de abertura na etapa europeia da turnê do "Painkiller".

Halford comentou que o Pantera tinha "fome" de conquistar os palcos do mundo todo, tocavam em qualquer lugar e se divertiam, sem perder a seriedade na música. "Nunca dei nenhum conselho a eles. Eles não precisavam. Eram tão confiantes e, ao mesmo tempo, humildes. Não ficavam se exibindo. [...] Fizemos uma música juntos, 'Light Comes Out Of The Black', para a trilha sonora do filme original 'Buffy - A Caça-Vampiros'. Na época, eu precisava concluir aquilo rapidamente e chamei Dimebag. [...] Terminamos em algumas horas", afirmou.

O Metal God foi direto ao revelar que o Pantera o influenciou. "Sem dúvida, eles me influenciaram. Todos no Priest paravam para vê-los tocando. Você precisa saber o que está rolando em torno de você, porque você ganha muitas ideias e inspiração de bandas novas e empolgantes. E o Pantera mudou o jogo. [...] Eles tinham os riffs, o groove, o carisma, o poder. Tudo. Claro, Dimebag Darrell era diferenciado, ele mudou o jeito de tocar guitarra no metal. Porém, para mim, a seção rítmica era igualmente importante. Vinnie Paul e Rex Brown estavam entre os melhores", disse.

- Como Vinnie Paul mudou a cara do metal na década de 1990

Halford palpitou, ainda, que o Pantera teria voltado se Dimebag Darrell não tivesse sido assassinado, em 2004. "O tempo faz isso para você. Veja o Guns N' Roses, Burce com o Maiden, o próprio Priest. Agora, Vinnie nos deixou também. Fico triste porque não podemos ter isso agora. Encontrei com Vinnie muitas vezes. Ele sempre ia no nosso camarim. O sucesso não mudou nada nele. Ele estava em shows de uma turnê recente nossa nos EUA, do lado do palco, batendo cabeça. Ele era assim: queria estar no meio", afirmou.

Por fim, Rob disse que "Cowboys From Hell" é a música que define o Pantera. "Nunca haverá outro Pantera. Foi uma banda única e icônica, que inspirou tantos outros. Foi o que eles deixaram. Sempre teremos bandas oferecendo uma experiência semelhante, o heavy metal prospera nisso, mas jamais teremos outro Pantera. Não acho que seja necessário. Houve apenas um Pantera e é assim que deve ser", concluiu.
Rob Halford diz que Pantera o influenciou e nunca haverá banda igual Rob Halford diz que Pantera o influenciou e nunca haverá banda igual Reviewed by Igor Miranda on sábado, março 16, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário