David Ellefson revela o que fez quando o Megadeth acabou em 2002


O baixista David Ellefson revelou, em entrevista ao Rock Sverige, o que fez da vida após o Megadeth ter encerrado suas atividades, em 2002. A banda acabou após o vocalista e guitarrista Dave Mustaine sofrer uma lesão em um nervo do braço esquerdo. Felizmente, Mustaine se recuperou e retornou com a banda em 2004 - curiosamente, sem Ellefson na formação.

"Quando o Megadeth acabou em 2002, houve um momento... lembro de viajar para a Europa, por todo o mundo - eu voava na classe executiva, vivendo o sonho e pensando que algum dia aquilo acabaria. Ou nós acabaremos, ou vão acabar com a gente. Os tempos vão mudar. O Megadeth vai acabar, eu vou sair ou vão me demitir. Alguma coisa vai cair", disse, inicialmente.

Quando o dia chegou, Ellefson ficou perplexo. "Um dia, em 2002, Dave liga e diz que está saindo do Megadeth e a banda acaba. Eu pensei: 'p*rra, esse dia chegou'. Por um lado, fiquei aliviado, porque eu tinha uma família jovem e odiava estar longe dos meus filhos. Eu pensava: 'talvez essa fase da minha vida esteja encerrada'. E isso se seguiu, imediatamente, de: 'c*r*lho, como vou pagar pela minha casa?'", afirmou.

Com aval de Mustaine, David Ellefson quase fez teste para o Metallica em 2001

A vida real tratou de dar um soco no rosto em Ellefson, que precisou agir para não deixar a peteca cair. "Liguei para todos que eu conhecia e acabei conseguindo estabilidade como consultor da Peavey, um grande emprego em uma grande empresa, mas que, ao mesmo tempo, me deu flexibilidade para tocar quando trabalhei com Max Cavalera (no Soulfly). Eu também tinha o F5 e percebi que nunca deixaria de ser um músico", disse.

Por fim, David destacou que sua carreira na música é "o chamado que Deus colocou" para ele desempenhar. "É por isso que estou aqui. E percebi que nunca precisei arrumar um emprego tradicional porque mesmo trabalhando na Peavey, eu amava aquilo e foi como acordar e estar em uma banda. Mal poderia considerar aquilo um trabalho. Foi divertido", afirmou.

David Ellefson não retornou para o Megadeth, em 2004, por não conseguir chegar a um acordo financeiro com Dave Mustaine. Ellefson alegou, na época, ter recebido uma "oferta inaceitável e ofensiva". Mustaine, por sua vez, detalhou que ofereceu salário, porcentagem no álbum "The System Has Failed" (que já estava gravado e não contava com Ellefson) e uma quantia de US$ 100 mil como adiantamento, mas que o baixista enrolou demais para aceitar.

O grupo voltou à estrada com o baixista James MacDonough, posteriormente substituído por James LoMenzo, além do guitarrista Glen Drover e o baterista Shawn Drover, que são irmãos. David Ellefson retornou em 2010.
David Ellefson revela o que fez quando o Megadeth acabou em 2002 David Ellefson revela o que fez quando o Megadeth acabou em 2002 Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, abril 03, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário