A influência do Iron Maiden nos trabalhos conceituais do Dream Theater


Em entrevista ao PureGrainAudio transcrita pelo Blabbermouth, O guitarrista John Petrucci comentou a respeito do conceito por trás dos álbuns do Dream Theater. O músico destacou a influência que o Iron Maiden exerceu no método de composição de sua banda.

"Temos dois álbuns conceituais, mas são apenas dois entre 14. O que estamos tocando em turnê agora, 'Metropolis Pt. 2: Scenes From A Memory (1999), saiu quase 20 anos antes do segundo, 'The Astonishing' (2016). É uma parte do que fazemos, mas é mais comum que a gente faça álbuns convencionais", disse Petrucci, inicialmente, após ser perguntado se o Dream Theater é uma banda de trabalhos conceituais.

Em seguida, o músico falou sobre a influência do Iron Maiden nas composições. "Quando eu era mais novo, fui influenciado pelo Iron Maiden. Eles sempre tinham essas músicas mais longas e que contam histórias, como 'Hallowed Be Thy Name' e 'The Rime Of The Ancient Mariner'. Acho que é daí que surgiu tudo isso", afirmou.

- Dream Theater agrada ao notar que menos é mais em 'Distance Over Time'

O guitarrista apontou, ainda, que o apreço pelo Maiden é visível nos primeiros anos do Dream Theater. "Você pode ouvir isso em nosso primeiro álbum ('When Day And Dream Unite'), que saiu em 1989, e na música 'The Killing Hand'. A música progressiva é o espaço perfeito para se fazer músicas conduzidas por histórias. É dramático e cinematográfico, muito divertido", disse.

A influência do Iron Maiden nos trabalhos conceituais do Dream Theater A influência do Iron Maiden nos trabalhos conceituais do Dream Theater Reviewed by Igor Miranda on sábado, maio 25, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário