Vocalista do Orphaned Land lamenta boicote de grandes artistas a Israel


O vocalista Kobi Farhi, da banda israelense Orphaned Land, lamentou o boicote que seu país sofre de alguns artistas durante entrevista ao The Independent.

O cantor fez menção ao movimento BDS (Boycott, Divestment and Sanctions / Boicote, Desinvestimento e Sanções), que pressiona o país a acabar com a ocupação de terra palestina e reconhecer os direitos de retorno a refugiados palestinos. Um dos representantes mais conhecidos do BDS é Roger Waters, ex-Pink Floyd.

Roger Waters critica banda-tributo oficial de Pink Floyd por shows em Israel

"Os 13 anos do movimento BDS não mudaram nada, se você olhar bem. Também é uma ótima desculpa para os antissemitas aparecerem. Não vejo como Israel é diferente de tantos outros países que merecem ser destacados. De qualquer forma, provamos que nossa abordagem funciona melhor", afirmou Farhi.

O cantor destacou, ainda, que fica "muito desapontado com artistas que seguem pela estrada da exclusão". "Sabemos que os direitos humanos não são os melhores nos países árabes e no Oriente Médio, mas o que alguém ganha se eu boicotar todos esses países ao invés de compor álbuns e chegar a mais pessoas com as quais eu não me conectaria?", pontuou.

Uma das polêmicas mais recentes do BDS foi o pedido para que diversos artistas, como a cantora Madonna, deixassem de se apresentar no concurso musical Eurovision, realizado na cidade de Tel Aviv no último fim de semana. A artista se negou a cancelar sua performance, alegando que sua música vai além de qualquer ação política.
Vocalista do Orphaned Land lamenta boicote de grandes artistas a Israel Vocalista do Orphaned Land lamenta boicote de grandes artistas a Israel Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, maio 22, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário