Atração de abertura: para quem sua banda favorita abria shows?


Grandes nomes do rock e metal já foram responsáveis por abrir shows no passado. Afinal, ninguém nasce famoso e consagrado na música, não é?

O site Ultimate Guitar divulgou, há algum tempo, uma lista com as atrações de abertura que se consagraram futuramente. Em edição própria, complementei o artigo original com mais informações.

Veja:

Jimi Hendrix abriu para os Monkees

Antes de se consagrar como um dos grandes guitarristas da história, Jimi Hendrix abriu para os Monkees com seu grupo, The Jimi Hendrix Experience, em seis datas nos Estados Unidos em 1967.


Black Sabbath, Queen e Deep Purple abriram para o Yes

Parece inconcebível nos dias de hoje, mas o Black Sabbath foi a banda de abertura da "Yes Album Tour", do Yes, entre 1970 e 1971. Outras bandas, como Deep Purple, Uriah Heep, Supertramp, Wishbone Ash, Queen e Jethro Tull também abriram shows do grupo prog na época. Curiosamente, o Yes abriu para o Sabbath anos depois.

Queen abriu para o Mott The Hoople

Em busca de reconhecimento nos Estados Unidos, o Queen embarcou em uma turnê abrindo para o Mott The Hoople em 1974. Na época, a banda de Freddie Mercury promovia o álbum "Queen II".

Judas Priest abriu para Status Quo, Budgie, Trapeze, Thin Lizzy e Kiss

Quando ainda era um quarteto e contava com Al Atkins nos vocais, o Judas Priest abriu para Status Quo, Budgie, Trapeze e Thin Lizzy, entre os anos de 1972 e 1973. No fim da década de 1970, já com Rob Halford nos vocais e discos potentes em sua discografia, o grupo excursionou como atração de abertura do Kiss.


Stevie Wonder abriu para os Rolling Stones

Antes de enveredar mais para o soul e para o pop, Stevie Wonder fazia um funk rock nervoso - e, no início da década de 1970, foi a atração de abertura da turnê que promovia "Exile On Main St.", dos Rolling Stones.



Kiss abriu para o Blue Öyster Cult - que, depois, abriu para o Kiss

Em um de seus primeiros shows, o Kiss abriu para o Blue Öyster Cult, ainda em 1973. O Rush começava os trabalhos naquelas noites. O quadro se inverteu entre dois e três anos depois: quando o quarteto mascarado promovia o álbum "Destroyer", o BÖC acabou sendo a banda de abertura da turnê.


Rush abriu para o Kiss

Em 1975, antes de lançar "Alive!", o Kiss ainda não havia conquistado grande fama, mas era conhecido por oferecer shows eletrizantes. E mesmo antes de se consagrarem ao estrelato, o quarteto mascarado contava com o Rush como banda de abertura. Vale destacar que o grupo canadense era ainda menos conhecido, entretanto, a parceria estava lotando cada vez mais casas de shows.



AC/DC abriu para o Kiss e Journey

O AC/DC foi a atração de abertura do Kiss em meados de 1978, quando o quarteto mascarado promovia o álbum "Alive II". O grupo também tocou antes dos shows do Journey, na mesma época.

- Leia: Como o AC/DC engoliu o Journey - e fez a banda melhorar



Van Halen abriu para o Black Sabbath

Apesar de soarem um pouco diferentes em seus estilos, Black Sabbath e Van Halen já excursionaram juntos. O grupo dos irmãos Van Halen abriu os shows da turnê do Sabbath que promovia "Never Say Die", em 1978.

- Leia: Quando Ozzy Osbourne perdeu torneio de cocaína para David Lee Roth e 'sumiu'



Thin Lizzy abriu para o Queen

No fim da década de 1970, o Thin Lizzy era a atração de abertura do Queen, que conquistava cada vez mais fama com seus lançamentos. Na época, o Lizzy contava com o lendário guitarrista Gary Moore em sua formação.


Iron Maiden abriu para Kiss e Judas Priest

No ano de 1980, o Iron Maiden foi a atração de abertura do Kiss durante a "Unmasked Tour". Em seguida, o grupo excursionou abrindo shows do Judas Priest. Em 1988, no festival Monsters of Rock, o Kiss acabou tocando antes do Maiden, o que dá para interpretar como uma "atração de abertura".

- Leia: A origem da rixa entre Judas Priest e Iron Maiden


Saxon abriu para Motörhead, Black Sabbath, Blue Öyster Cult e Ozzy Osbourne

Em seus primeiros anos de estrada, o Saxon abriu para diversos nomes lendários do metal. Primeiro, excursionaram com o Motörhead, entre o fim dos anos 1970 e início da outra década. Depois, em 1980, abriram para Black Sabbath e Blue Öyster Cult, na turnê "Black And Blue". Poucou depois, o grupo fez uma tour com Ozzy Osbourne, em carreira solo. Já em 2015, o Saxon repetiu o trabalho como banda de abertura do Motörhead em uma de suas últimas tours.


Mötley Crüe abriu para Kiss, Ozzy Osbourne e Saxon

Em uma tóxica turnê registrada nos anais da história do rock and roll, o Mötley Crüe abriu shows de Ozzy Osbourne, em seus tempos de insanidade química potencializada - retratada na cinebiografia "The Dirt", na Netflix. Na mesma época, o quarteto também abriu para o Kiss (um pouco antes) e Saxon (um pouco depois).

- Leia: 8 fatos curiosos que não constam em The Dirt, filme do Mötley Crüe



Bon Jovi abriu para Kiss, Ratt e Scorpions

Entre 1983 e 1984, o Bon Jovi fez um 'pacotão' de aberturas: excursionou com Kiss, Ratt e Scorpions, em tours separadas, para divulgar seu primeiro álbum de estúdio.



Metallica abriu para Raven, Venom e Ozzy Osbourne

Antes de se tornar a banda de metal que mais vendeu discos no mundo, o Metallica passou alguns anos excursionando como banda de abertura. Inicialmente, o grupo abriu shows do Venom, durante a turnê "Seven Dates Of Hell". Na mesma época, também tocaram antes de shows do Raven. Em 1986, após lançarem "Master Of Puppets", o quarteto voltou à estrada como atração de abertura de Ozzy Osbourne.

- Leia: Veja a humilde lista de exigências do Metallica em 1983



Megadeth abriu para King Diamond, Motörhead, Alice Cooper, Dio e Iron Maiden

Assim como os então rivais do Metallica, o Megadeth também começou como banda de abertura. Em 1985, depois de colocar "Killing Is My Business..." na praça, a banda animou o púbilco do King Diamond antes de suas performances. Em 1986, após lançar "Peace Sells... But Who's Buying?", o grupo de Dave Mustaine abriu para o Motörhead. Depois, em 1987, excursionaram com Alice Cooper. Em seguida, no ano de 1988, abriram para Dio e Iron Maiden.

Anthrax abriu para Kiss, Black Sabbath, Judas Priest, Anvil e Motörhead

Em uma mistura curiosa, o Anthrax promoveu o clássico thrash "Among The Living" ao lado do Kiss, que divulgava "Crazy Nights" - seu disco mais entregue ao glam metal. Naqueles tempos, o quinteto de Joey Belladonna e Scott Ian também excursionou ao lado de Black Sabbath, Judas Priest, Anvil e Motörhead.


Guns N' Roses abriu para Iron Maiden, Aerosmith, Kiss, The Cult, Alice Cooper e Mötley Crüe

Mesmo após explodir em definitivo com "Appetite For Destruction", o Guns N' Roses não se empolgou e continuou sendo banda de abertura ao longo de toda a turnê de promoção. Na época, o grupo abriu para Iron Maiden, Aerosmith, Kiss, The Cult, Alice Cooper e Mötley Crüe. Em 1989, eles também abriram para o Rolling Stones em quatro shows realizados em Los Angeles.


Pantera abriu para o Skid Row, que abriu para o Guns N' Roses

Em um movimento curioso, o Skid Row convidou o Pantera para abrir a turnê que promovia o álbum "Slave To The Grind". O quinteto de Sebastian Bach estava mais metálico, é verdade, mas o thrash/groove do Pantera chamou a atenção dos presentes. Na mesma época, o Skid Row excursionou abrindo shows do Guns N' Roses.



Pearl Jam e Smashing Pumpkins abriram para o Red Hot Chili Peppers

Conectados por terem contado com o mesmo baterista - Jack Irons - em diferentes períodos de tempo, o Pearl Jam e o Red Hot Chili Peppers já excursionaram juntos. Na época, um ambiocos Pearl Jam abriu shows da turnê em que o RHCP promovia "Blood Sugar Sex Magik". O Smashing Pumpkins também aquecia a galera na época.


Stone Temple Pilots abriu para Megadeth e Rage Against The Machine

Na década de 1990, o cenário headbanger já começava a se dividir cada vez mais em nichos e subgêneros. Ainda assim, o Megadeth topou trazer o Stone Temple Pilots como banda de abertura. Apesar da rejeição de uma parte do público, o quarteto grunge cumpriu a sua tarefa com qualidade o bastante para arrancar elogios de Dave Mustaine. O grupo liderado por Scott Weiland também abriu para o Rage Against The Machine, em 1993.



Foo Fighters abriu para Mike Watt

Até o Foo Fighters, que contava com o já consagrado Dave Grohl na formação, precisou excursionar como banda de abertura no início. O grupo fez turnê abrindo shows de Mike Watt no início de sua trajetória. Curiosamente, Grohl era o baterista de Watt na tour - então, fazia duas apresentações na mesma noite.


Korn e Deftones abriram para Ozzy Osbourne

Duas das grandes bandas de metal da década de 1990, o Korn e o Deftones começaram como atrações de abertura de Ozzy Osbourne, em 1995. No mesmo ano, vale destacar que o Korn também excursionou com o Megadeth.

Rammstein abriu para o Kiss

Em 1999, o Rammstein foi a banda de abertura de uma parte da lendária turnê "Psycho Circus Tour", do Kiss - a primeira com palco em 3D e toda a parafernália do tipo -, com direito a shows no Brasil.



Queens Of The Stone Age abriu para Foo Fighters, Smashing Pumpkins e Nine Inch Nails

Entre os anos de 2002, o Queens Of The Stone Age abriu shows para Foo Fighters e Smashing Pumpkins. O incansável Dave Grohl era, inclusive, o baterista do QOTSA na época. Em 2005, o grupo de Josh Homme excursionou abrindo para o Nine Inch Nails.

Dream Theater abriu para Iron Maiden

Na parte americana da turnê que promoveu "The Final Frontier", em 2010, o Iron Maiden contou com a abertura do Dream Theater. Em duas datas da tour europeia, o grupo teria a abertura do Heaven & Hell, mas as apresentações foram canceladas por Tony Iommi e sua trupe porque Ronnie James Dio já estava com o câncer que o mataria em seguida.
Atração de abertura: para quem sua banda favorita abria shows? Atração de abertura: para quem sua banda favorita abria shows? Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, junho 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário