David Ellefson abriu mão de sua parte no Megadeth para voltar


O baixista David Ellefson contou, em entrevista ao site Metal-Rules.com, que abriu mão de sua parte no Megadeth, enquanto sócio-proprietário da banda-empresa, para poder voltar à formação e retomar sua amizade com o vocalista e guitarrista Dave Mustaine. Ellefson deixou de integrar o grupo em 2002, quando Mustaine anunciou o fim, devido a um problema no braço, e não retornou para a reunião em 2004, somente em 2010 - e como funcionário.

"Desde o início, sempre fui igualmente um dono. Quando Dave acabou com a banda em 2002, deixamos nossas questões de negócios intactas. Quando voltamos em 2004, nossas discordâncias eram muito mais sobre participação na propriedade da banda. Relações não são estáticas. As pessoas têm essas visões de bandas e eu sei que quando se entra em uma banda, somos uma família, um time, mas cada banda é um negócio próprio, com personalidades e hierarquias em contribuições. Cada uma delas é diferente", afirmou Ellefson.

- Com aval de Mustaine, David Ellefson quase fez teste para o Metallica em 2001

O músico revelou, ainda, que não voltou para o Megadeth em 2004 devido a essa discordância com relação à sua função. "Não vou mentir: deixar de ser um co-fundador e me tornar um músico de apoio foi, inicialmente, por que eu não voltei em 2004. Não estava feliz com as participações apresentadas para mim. Recentemente, ao voltar, encontrei prazer em fazer música com outras pessoas que me ajudaram a me apaixonar por isso novamente. Agora, posso voltar a tocar com um propósito e um nível de remuneração", disse.

Ellefson pontuou que "ser um músico de apoio te absolve de estar envolvido em todas as outras coisas". "Nesse ponto da vida, prefiro deixar essas coisas de lado. Isso também me ajuda a manter uma amizade. Para ter uma amizade, tive que desistir de parte da propriedade", afirmou, em clara menção à sua relação com Mustaine.
David Ellefson abriu mão de sua parte no Megadeth para voltar David Ellefson abriu mão de sua parte no Megadeth para voltar Reviewed by Igor Miranda on domingo, junho 02, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário