The Black Keys volta ao básico com o álbum Let's Rock; ouça e confira opinião


O The Black Keys divulgou, nesta sexta-feira (28), seu 9° álbum de estúdio, intitulado 'Let's Rock'. O disco chega a público por meio da Easy Eye Sound/Nonesuch Records, com distribuição da Warner Music Group.

'Let's Rock' é o primeiro álbum do The Black Keys em cinco anos - o último foi 'Turn Blue', de 2014. O grupo também não se apresenta ao vivo há quatro anos.

Durante a pausa, o vocalista e guitarrista Dan Auerbach e o bateritsa Patrick Carney se casaram, tiveram filhos e se dedicaram a diferentes projetos. Enquanto Auerbach fundou o selo e estúdio Easy Eye Sound e trabalhou bastante como produtor, Carney focou em participações especiais, incluindo um álbum e uma turnê com sua esposa, a cantora e compositora Michelle Branch.

De acordo com o baterista Patrick Carney, em material de divlugação, a proposta de "Let's Rock" é minimalista. "Recorremos a uma abordagem simples e retiramos todas as 'gorduras' que costumamos usar", afirmou.

Ouça "Let's Rock" no no player a seguir, via Spotify:



'Let's Rock': minimalista e necessário ao Black Keys

Desde os primeiros comunicados oficiais sobre 'Let's Rock', ficou clara a intenção de fazer um álbum que marcasse um "back to basics", por assim dizer. O contexto favoreceu, já que o duo não agradou tanto com seu disco anterior, o experimental 'Turn Blue', e tudo indicava que eles estavam cansados - não à toa, deram uma pausa tão longa.

Em entrevista ao The New York Times, Patrick Carney deu uma explicação interessante sobre a pausa no momento de auge da carreira, reforçado pelo bem-sucedido 'El Camino' (2011). "Falamos 'sim' para coisas demais. É difícil quando você faz tantos shows por 100 dólares ou menos, aí te oferecem, literalmente, 10 mil vezes mais para um show. Você não consegue dizer 'não'. Porém, isso te afasta ainda mais do que você quer fazer, que é música. Você começa a se esquecer que está no controle do que pode ou não fazer. É por isso que queríamos estar em uma banda", disse.

Dessa forma, 'Let's Rock' contraria muitas expectativas. A principal é: quem esperava um trabalho mais elaborado, já que o hiato foi tão demorado, não encontrará isso nas 12 músicas do álbum, que tem menos de 40 minutos de duração. O álbum é até simplório demais: são apenas os dois músicos tocando e apenas seus instrumentos principais são ouvidos. Não há nem teclados ou elementos mais rebuscados de percussão, como consta em outros registros.

Por ser tão direto ao ponto, o álbum tem uma audição muito fácil e fluida. O rock retrô/de garagem do grupo ganhou alguma maturidade com o passar do tempo - ainda que não nas letras - e a ausência de concessões a outros interesses gerou uma sonoridade orgânica e sincera.

O que complica a vida de 'Let's Rock' é a análise dentro do contexto em que está inserido, que é a discografia do The Black Keys. Diferente de 'El Camino', por exemplo, esse álbum não te desperta aquela vontade de botar no "repeat". Não há uma música realmente forte, de impacto, que possa servir como carro-chefe em termos de divulgação ou mesmo para os fãs, com o intuito de servir como "gancho" para novas audições do registro.

'Let's Rock' é bom. Não é excepcional, não reinventa a roda, não tem aquela música que vai mudar a sua vida. Mas é bom. E talvez seja o passo intermediário que o The Black Keys precise dar para voltar a conquistar o mundo, como o fez entre o fim da década de 2000 e início dos anos 2010.

Confira, a seguir, a capa e a tracklist de 'Let's Rock':


1. Shine a Little Light
2. Eagle Birds
3. Lo/Hi
4. Walk Across the Water
5. Tell Me Lies
6. Every Little Thing
7. Get Yourself Together
8. Sit Around and Miss You
9. Go
10. Breaking Down
11. Under the Gun
12. Fire Walk With Me
The Black Keys volta ao básico com o álbum Let's Rock; ouça e confira opinião The Black Keys volta ao básico com o álbum Let's Rock; ouça e confira opinião Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, junho 28, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário