Pete Townshend dá graças a Deus por mortes de Keith Moon e John Entwistle


O guitarrista do The Who, Pete Townshend, chamou atenção ao falar sobre dois de seus antigos colegas de banda em entrevista à Rolling Stone. O músico disse que dá "graças a Deus" pelas mortes do baterista Keith Moon e do baixista John Entwistle.

Moon faleceu em 1978, aos 32 anos, em decorrência de uma overdose de medicamentos usados contra o alcoolismo. Entwistle, por sua vez, faleceu devido a um ataque cardíaco provocado por consumo de cocaína - embora estivesse em quantidade mínima no sangue, a droga provocou um problemas nas artérias coronárias, que já estavam prejudicadas por um problema cardíaco que não havia sido tratado.

Ao relembrar de seus ex-colegas, Pete Townshend comentou: "Isso não deixará os fãs de The Who muito felizes, mas graças a Deus eles se foram".

- Veja: Roger Daltrey não suporta mais 'Won't Get Fooled Again'

O motivo da declaração é ainda mais curioso. "Eles eram difíceis pra c*ralho de se tocar junto. Nunca conseguiram criar bandas para eles. Acho que minha disciplina musical, minha eficiência musical como guitarrista base, manteve a banda unida", afirmou Townshend.

Em seguida, o guitarrista chegou a criticar o trabalho de seus ex-colegas. "O som de baixo de John era como um órgão de (Olivier) Messiaen. Cada nota, cada harmônico no céu. Quando ele faleceu e fiz os primeiros shows sem ele, com Pino (Palladino) no baixo, ele estava tocando sem essas coisas todas... eu falei: 'uau, tenho um emprego'", disse, inicialmente, sobre Entwistle.

"Com Keith, meu trabalho era manter a marcação do tempo, já que ele não fazia isso. Quando ele faleceu, foi como: 'oh, não preciso ficar mais marcando o tempo'", completou, a respeito de Moon.

Por fim, Townshend destacou que, geralmente, não é afetado pela morte, mas que o falecimento de Alan Rogan, seu técnico de guitarra por 40 anos, o deixou abalado por se tratar de um "grande amigo e salvador". "Eu fiquei arrasado. Geralmente, não sou impactado pela morte. Minha mãe, meu pai, Keith Moon. Talvez porque ele (Alan Rogan) estava em um hospital e lutando de forma tão forte. Quando ele finalmente faleceu, eu pensei: 'p*rra'", afirmou.

Retratação

Pelo Facebook, Pete Townshend reconsiderou algumas de suas declarações. "Ninguém sabe o quanto sinto falta de Keith e John, como amigos e como músicos. A alquimia que compartilhávamos em estúdio está ausente do novo álbum e sempre parece errado tentar evocar isso sem eles, mas suponho que sempre tentaremos. Até hoje, sinto raiva de Keith e John por morrerem. Às vezes, isso é demonstrado. É egoísta, mas é como me sinto", afirmou.

O guitarrista disse ter gratidão pelo que fez com o The Who, seja com ou sem os dois falecidos músicos. "Eu agradeço a Deus por isso, mas estava sendo irônico, de forma britânica, ao sugerir que é algo que me deixa feliz. Sou grato por ser livre enquanto músico e compositor, mas triste por perder antigos amigos. É irônico e me deixa com raiva. No fim da vida de minha mãe Betty, ela me deixou louco e há um grande alívio quando ela finalmente nos deixou, mas sinto muita falta dela. O amor tem várias facetas", comentou.

Townshend também pontuou que é mais fácil compor e tocar só com o vocalista Roger Daltrey hoje em dia. "John e Keith eram excêntricos e individuais como músicos. Eles ocupavam muito espaço musical. Como guitarrista, nunca aprendi a solar rápido porque não havia espaço. [...] A vantagem é que nos divertíamos muito", concluiu ele, também pedindo perdão a familiares de Keith Moon e John Entwistle pelas manchetes.
Pete Townshend dá graças a Deus por mortes de Keith Moon e John Entwistle Pete Townshend dá graças a Deus por mortes de Keith Moon e John Entwistle Reviewed by Igor Miranda on quarta-feira, novembro 27, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário