Quiet Riot lança Hollywood Cowboys, último com James Durbin; ouça e confira opinião


O Quiet Riot divulgou, nesta sexta-feira (8), o 14° álbum de estúdio de sua carreira. O disco, intitulado "Hollywood Cowboys", chega pela gravadora Frontiers Music Srl.

O disco dá sequência a "Road Rage", lançado em 2017. Será o segundo e último trabalho com o vocalista James Durbin, pois o cantor anunciou que está deixando a banda para focar em sua carreira solo.

- Veja: 110 álbuns de rock e metal que estão sendo lançados em novembro de 2019

Ouça a seguir, via Spotify ou YouTube:





James Durbin foi substituído por Jizzy Pearl, que já assumiu a vaga nos palcos. Porém, os vocais de Durbin serão mantidos em "Hollywood Cowboys". O grupo conta, ainda, com Frankie Banali na bateria, Alex Grossi na guitarra e Chuck Wright no baixo.

Curiosamente, Durbin entrou na banda para substituir outro vocalista, Seann Nicols, que havia registrado os vocais do álbum "Road Rage" (2017) antes de sair. Neste caso, James acabou regravando as linhas do disco.

Em entrevista anterior ao "The Metal Voice", Frankie Banali definiu "Hollywood Cowboys" como "o álbum mais variado do Quiet Riot". "Irá cobrir várias bases, acho que irá surpreender muita gente e espero que seja uma surpresa agradável. Sempre penso se Kevin DuBrow iria gostar de algo quando componho com Neil Citron. E é ótimo, porque Kevin tinha a mente tão aberta e um gosto tão amplo que dificilmente havia algo que ele não gostasse", disse.

Playlist: boas músicas e 35 álbuns de rock e metal lançados nesta sexta (8/11)

Câncer de Frankie Banali

Frankie Banali anunciou recentemente que foi diagnosticado com um câncer no pâncreas em estágio 4. Ele está lutando contra a doença há alguns meses e chegou a se ausentar de shows do Quiet Riot - agora, ele declara estar se sentindo "muito melhor".

"Desde 17 de abril, luto contra um câncer de pâncreas no quarto estágio. O prognóstico inicial foi assustador. Foi uma luta difícil e demorou muito, mas sou grato por dizer que estou melhorando, após muita quimioterapia e outros tratamentos. O caminho não é fácil, mas continuarei lutando", afirmou.

Ainda muito aquém

Não precisa de uma audição muito atenta para perceber que, sim, "Hollywood Cowboys" é melhor que o antecessor, "Road Rage". Era obrigação, aliás, pois desta vez, o trabalho foi feito desde o início com o vocalista James Durbin - que, no registro anterior, apenas regravou os vocais de material gravado com Seann Nicols.

Como ponto positivo, dá para perceber que "Hollywood Cowboys", ao menos, tenta soar como álbum. As músicas seguem uma linha do início ao fim, embora haja espaço para alguns experimentos que vão até o blues rock, como em "Roll On".

De resto, porém, os problemas seguem os mesmos. Durbin é mal orientado e as canções não favorecem sua voz. A produção soa amadora. Há algumas faixas um pouco mais inspiradas em "Hollywood Cowboys", mas não vale a pena gastar muito tempo por aqui.

O próprio James Durbin parece ter percebido isso e deixou o Quiet Riot antes mesmo do álbum ser lançado - cabe, agora (e novamente), a Jizzy Pearl a árdua missão de tentar dar alguma identidade ao projeto que nunca conseguiu repetir os bons momentos obtidos com o genial e já falecido Kevin DuBrow.

Confira, a seguir, a capa e a tracklist de "Hollywood Cowboys":


01. Don't Call It Love
02. In The Blood
03. Heartbreak City
04. The Devil That You Know
05. Change Or Die
06. Roll On
07. Insanity
08. Hellbender
09. Wild Horses
10. Holding On
11. Last Outcast
12. Arrows And Angels
Quiet Riot lança Hollywood Cowboys, último com James Durbin; ouça e confira opinião Quiet Riot lança Hollywood Cowboys, último com James Durbin; ouça e confira opinião Reviewed by Igor Miranda on terça-feira, novembro 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário