The Night Flight Orchestra reforça coesão em Aeromantic, ouça e leia resenha


O The Night Flight Orchestra, supergrupo de hard rock/AOR, lançou, nesta sexta-feira (28), seu 5° álbum de estúdio. O trabalho, intitulado 'Aeromantic', chega por meio da gravadora Nuclear Blast, com edição em CD nacional pela Shinigami Records.

Ouça a seguir, via Spotify ou YouTube (playlist):





Com material de divulgação praticamente idêntico ao do clipe de 'Cabine Pressure Drops', faixa instrumental liberada com clipe em novembro de 2019, o The Night Flight Orchestra também definiu 'Aeromantic' como "uma ópera de rua baseada em sonhos despedaçados, ilusões rompidas e no fato de que somos muito menos, enquanto pessoas, do que deveríamos ser, mas sempre há esperança na escuridão".

'Aeromantic' foi gravado no estúdio Nordic Sound Labs, na Suécia. Os músicos utilizaram o mesmo kit de bateria presente no álbum "Super Trouper", lançado pelo Abba em 1980.

Lançamentos: os álbuns de rock e metal de 2020

Vale destacar que o The Night Flight Orchestra é formado por Björn "Speed" Strid (Soilwork) no vocal, David Andersson na guitarra, Sharlee D'Angelo (Arch Enemy) no baixo, Richard Larsson nos teclados, Jonas Källsbäck (Mean Streak) na bateria, Sebastian Forslund na percussão e Anna-Mia Bonde e Anna Brygård nos backing vocals.

Resenha: Aeromantic mantém o The Night Flight Orchestra pulsante

Mesmo sem mudanças tão fortes comparando aos últimos dois álbuns, 'Amber Galactic' (2017) e 'Sometimes The World Ain't Enough' (2018), o The Night Flight Orchestra conseguiu apresentar novidades em 'Aeromantic'. As influências de estilos como funk e R&B aparecem de forma mais clara em algumas faixas. A veia de hard rock/AOR retrô segue forte, mas parece ser explorada de forma mais orgânica, não tão forçada quanto em certos momentos, especialmente, do disco de 2018.



Um dos elementos mais atraentes do The Night Flight Orchestra segue pulsante em 'Aeromantic': a capacidade de surpreender com mudanças de andamento ou instrumentações inusitadas. Aqui, violinos aparecem em algumas faixas e os backing vocals exercem força ainda maior nas canções.

'Servants of the Air' tem introdução climática que descamba para uma música de raro peso no catálogo do The Night Flight Orchestra. Só faltou um bom refrão - algo que a seguinte, 'Divinyls', tem de sobra. Na sequência, 'If Tonight Is Our Only Chance' soa como trilha sonora de qualquer filme clássico dos anos 1980, tendo a divertida 'This Boy's Last Summer' na mesma proposta logo após.

Um dos grandes destaques é a faixa 'Curves', que estreita o flerte com o funk/R&B e traz solos de tirar o fôlego. 'Transmissions', por sua vez, volta a explorar a ideia de "hit retrô", surpreendendo com um solo de violino bem arranjado. A faixa título, uma das melhores do álbum, retoma o groove do funk/R&B, mas reforçando um pouco mais a mistura com o hard rock.



'Golden Swansdown' é a primeira balada propriamente dita e soa um pouco enfraquecida em meio a tantos outros destaques. A curta 'Taurus', em contraponto, é mais acelerada e convincente. Novamente com violinos e mais solos de guitarra, 'Carmencita Seven' tem mudanças climáticas que surpreendem e tornam a audição menos cansativa, mesmo com os quase 7 minutos de duração.

Próxima ao fim, a balada-ternura 'Sister Mercurial', de batida mais rápida e teclados afáveis, tem refrão grudento. Para fechar, 'Dead of Winter' não apresenta muita novidade, com exceção de seu último terço, com uma parte instrumental que ressuscita a influência progressiva dos dois primeiros álbuns da banda.

Ainda é difícil enxergar 'Aeromantic' como o melhor álbum do The Night Flight Orchestra, mas, sem dúvidas, é o trabalho mais coeso e com direcionamento artístico mais definido. As músicas se completam e são quase conceituais, de tão amarradas. O leque de influências está ainda mais aberto e a performance tem demonstrado segurança - inclusive, ao saber a hora certa de ousar.



A mudança pela qual o The Night Flight Orchestra passou, assumindo de vez a veia "retrô" e o flerte com outros estilos, fez muito bem à banda. Que o "projeto paralelo" mais ativo do rock siga lançando trabalhos regularmente.

'Aeromantic' está representado na playlist de lançamentos, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:


Veja, abaixo, a capa e a tracklist de "Aeromantic":


01. Servants Of The Air
02. Divinyls
03. If Tonight Is Our Only Chance
04. This Boy's Last Summer
05. Curves
06. Transmissions
07. Aeromantic
08. Golden Swansdown
09. Taurus
10. Carmencita Seven
11. Sister Mercurial
12. Dead Of Winter
The Night Flight Orchestra reforça coesão em Aeromantic, ouça e leia resenha The Night Flight Orchestra reforça coesão em Aeromantic, ouça e leia resenha Reviewed by Igor Miranda on sexta-feira, fevereiro 28, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário